6.9.09

Big Shitty Movies #2: DragonBall Evolution


O texto pode ser uma bosta, mas contem Spoilers!

Apesar de muita gente não ter curtido, eu gostei muito de Speed Racer. Foi um fracasso de bilheteria? Foi! É um filme extremamente colorido? É! O filme pode ter n defeitos, mas o filme teve competência em um fator determinante: adaptação.

Alem claro do Mach 5, estava lá todos os personagens da série muito bem caracterizados. A interpretação dos atores foi convincente o bastante para você achar que se os personagens do desenho fossem de carne e osso, eles seriam daquele jeito.

E é nesse quesito que Dragonball Evolution peca.

O Plot da Bagaça

O jovem Goku, detentor de uma grande força , tem da noite para o dia sua vida mudada quando o terrível Picollo assassina seu avô. Dotado de uma incrível força, ele terá que impedir que Picollo reúna as Dragonballs antes que seja tarde demais. É claro que durante a sua jornada ele terá ajuda de amigos como Bulma, Chi Chi, Yamcha e Mestre Kame, este alias irá treiná-lo para que ele aprenda dominar seu Ki e a poderosa técnica, o Kame Hame Ha.

Uma premissa simples, mas que poderia dar certo.


DragonBall Evolution não é DragonBall

Adaptar qualquer obra para o cinema é difícil, uma vez que é preciso manter em equilíbrio a fidelidade da obra junto da linguagem cinematográfica. Em outras palavras, mudanças são necessárias, desde que essas não afetem a essência da obra. DragonBall peca justamente por afetar a essência da obra. Sim, as esferas do dragão, cápsulas, kame-hame-ha estão todos presentes, mas parece que se esqueceram justamente dos personagens.

O maior exemplo disso é Goku, interpretado por Justin Chatwin. Em sua interpretação, em nenhum momento Justin conseguiu lembrar o personagem, eu alias arrisco dizer que já vi cosplayers se saindo muito melhor do que ele :P. O Goku de Justin não tem carisma, força de vontade (um cara que treina sempre para ser o mais forte, pensar em desistir em um momento de dificuldade ? WTF ?!) e muito menos a aura de fodão que o original tem. Os responsáveis pelo roteiro conseguiram cagar com o personagem principal da história...mas claro, com uma mão do Chatowin.



Quanto aos outros personagens, temos o seguinte : Bulma continua gostosa, mas virou uma espécie de Lara Croft; a Chi-Chi (cuja a atriz é linda também) virou uma Maria Kimono; o Yamcha de guerreiro e ladrão do deserto, virou apenas um ladrão bem mequetrefe (e não, ele não tem medo de mulheres =x); o Picollo, o grande vilão da história, pouco aparece. O que é uma pena já que ele é um dos personagens mais legais da série.

Talvez para mim, o melhor personagem do filme foi o Mestre Kame vivido por Chow-Yun-Fat. Seu personagem não era nenhum idoso imortal de 400 anos, mas o seu jeito fanfarrão e tarado (claro, exposto de uma forma mais leve) estavam todos lá, sem contar suas técnicas: Kame Hame Ha e Mafuba. Palmas para ele.

Mas não é só da adaptação que reina os problemas de DB Evolution, para uma série conhecida por grandes combates (alguns até demorados...quem se lembra dos 5 minutos de Namekuzei?) aqui tivemos poucos combates e nenhum realmente empolga. Talvez o momento que poderia realmente empolgar seria a disputa entre ataques de energia de Goku e Piccolo.

Confesso quando eles começam a concentrar seus poderes de luta, parecia que o filme teria enfim um grande momento... mas a execução dos ataques...bem, não dava realmente para esperar nada desse filme =P.

Um chute nas bolas do Dragão


A produção custou um total de 100 milhões de dólares, nas bilheterias conseguiu a proeza de arrecadar 9 milhões. Um grande fracasso, que só não acabou com a Fox pois Wolverine foi um sucesso. Com isso, as chances de uma continuação são praticamente zero.

É uma pena, uma vez que o universo criado por Akira Toryama tinha um grande potencial para ser explorado. DragonBall Evolution é uma aula de como não se adaptar uma obra para as telonas.


---------------------------------------------------
Quer ter uma imagem associada a seu comentário ?
Clique aqui e veja como \o/

Sugestões, críticas, elogios ?
Envie para nerdologialternativa@gmail.com

Acompanhe nossas postagens via twitter: @NerdAlt
Ou através de nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário