6.2.10

Tirou do Baú: Bucky


Data de Publicação: 06/02/2010
Atualizado em: 23/08/2010

Hoje a edição do Tirou do Baú é especial, afinal de contas é a primeira vez que estaremos abordando uma produção japonesa dentro desta coluna. Inicialmente, eu queria escrever a respeito de um tokusatsu, mas quando me veio na cabeça um artigo sobre Bucky (Jibaku-Kun) não deu outra, eu sabia que eu tinha que escrever sobre esta animação.

Bem, os Tokusatsus ficaram para outra oportunidade xD.


Abertura da Animação


Esta é a versão em português, caso queira ver a original, clique aqui.

Encerramentos da Animação





No Brasil os dois encerramentos ficaram com a mesma música (santa preguiça Batman =P), mas originalmente as músicas são diferentes. Caso queira conferir os originais, clique aqui e aqui.

A Animação

Bucky (Jibaku-Kun) é uma animação japonesa baseado no manga escrito por Ami Shibata. O anime foi produzido pelo pouco conhecido estúdio Softx Trans Arts e exibido pela TV Tokyo (o lar da maioria dos shounens) de Outubro de 1999 a Março de 2000.

No Brasil ele começou a ser exibido em 2000 no programa Band Kids (que tinha a lindíssima  Renata Sayuri como apresentadora *-*) juntamente com Os Seis Biônicos e Dragon Ball Z. O anime também foi exibido pela Rede 21 (afiliada da Band) como um tapa buraco em sua programação (onde boa parte era preenchida por informerciais e programas religiosos =P).

Em seus 26 episódios, Jibaku-Kun mostra a história de Bucky (Baku no original), um garoto anti-social que tem como principal sonho a "dominação do mundo". O garoto é um dos habitantes de uma terra paralela conhecida como "O Mundo dos Doze" (um lugar com um formato de ... um relógio oO), onde humanos e monstros vivem em harmonia. Este mundo é protegido pela princesa da "Torre Pontiaguda", localizada no centro do continente.

Mas a vida é uma caixinha de surpresas, e um dia Joseph Climber essa harmonia acaba e os monstros passam a agir de forma violenta contra os humanos. E para combater os monstros encrenqueiros (isso mesmo, esse é o nome que eles dão aos monstros malvados que arrumam altas confusões =P) existe um grupo especial de pessoas chamadas Grandes Crianças, os únicos capazes de trazer a paz aquele Mundo.

E o que isso tem haver com Bucky?

Bem, certo dia o garoto acaba se deparando com Spaak (En no original) que é conhecido como uma das maiores grandes crianças que já existiram. A procura de um substituto (já que viver com fama, dinheiro e mulheres deve ser muito chato), ele acaba vendo potencial no jovem feioso garoto e decide fazer de Bucky seu substituto.

E é nesse ponto que começam as aventuras do nosso protagonista. Em sua jornada em busca de fortalecimento (para depois o mundo dominar), Bucky se aliará as grandes crianças Pinky (Pinku no original) e Kai. E durante essa viagem, alem de conhecerem outras grandes crianças, os três iram descobrir toda verdade por trás do caos que assolou o mundo.

O que este nerd acha disto ?



Bucky é uma animação bizarra...bizarramente foda =D

A primeira vista, a impressão que passa é de algo realmente tosco. E não é para menos, o estilo da animação é um tanto diferente do convencional. Alias, o PRÓPRIO protagonista não é nada convencional. Bucky é de longe o personagem principal mais horroroso da história dos animes. O cara tem um cabelo de Sayajin defeituoso, tem "guelras" embaixo dos olhos e possui um vestuário tão tosco que faria o pessoal do Esquadrão da Moda ter espasmos.

Mas ele não é o personagem mais horroroso da trama ...


... pois ainda existem os Espíritos ;D

Cada Grande Criança é portador de um Espírito, um ser com habilidades que se desenvolvem conforme o dono vai se fortalecendo. O poder padrão (e principal) de todos é de explodir ao abrir as mãos... e convenhamos, o poder de explosão desses feiosos é alto. Todos seguem o mesmo padrão: um corpo arredondado, a cor rosa e um rosto inspirado nas estátuas da Ilha de Páscoa (ou na cara do Ben Affleck ;x).

O que diferencia um espírito de outro são pequenos detalhes: Bakzan (o espírito de Kai) possui uma vasta cabeleira roxa, Bumby (o espírito de Pinky) possui sapatinhos de salto e um lacinho num fio de cabelo enquanto Jibak (o espírito de Bucky) não possui detalhe algum.

Cada GC ainda possui um Monstro Guia, que nada mais é do que um ajudante. E como não poderia deixar de ser, os Monstros Guias da trupe principal são bichos para lá de estranhos: Bucky possui um...*respira* ... pintinho voador gigante *HUAHUAHUAHUAHUA*, Pinky possui um gato que exagerou nos esteróides enquanto Kai possui uma mistura de Arraia voadora com um Ditto. oO

Pô Marcel, como algo pode ser foda com tantas tosquices assim ?

Simples.

O objetivo principal de Bucky é algo que muitas produções acabam se esquecendo: o de divertir o espectador. É claro que no meio da trama nós temos todos aqueles cliches básicos que a maioria das animações tem, mas tudo isso serve apenas como um complemento para história e nunca sendo levado para o primeiro plano.

Logo, todas essas tosquices só contribuem para dar um ar divertido a trama. Ao mesmo passo que é um personagem tremendamente arrogante e mal educado, Bucky ainda é uma pessoa de bom coração e tremendamente carismática. Ele praticamente é o arquétipo dos heróis de ação dos anos 80 (claro que em suas devidas proporções =P).

Os mesmos espíritos que eu disse ser mais feios que o protagonistas são tremendamente divertidos. Alem de poderosos, boa parte dos momentos cômicos são por contas deles. Se você viu os vídeos de encerramento no inicio da postagem já pode ter uma idéia do que estou falando.

Alias, eles até que chegam a ser adoráveis dançando*-*

Os outros personagens em si cumprem bem os seus papéis e sempre que podem, eles tem os seus grandes momentos dentro da série. Spaak mesmo é sempre lembrado praticamente por todos por ser um cara fodão, Pinky tem seu grande momento no arco que conta a história de sua avó, e Kai...bem...ele é um cara legal que não faz mal a ninguém.

Do lado dos vilões, apesar de Slash ser o cabeça, aqui quem rouba a cena é Realm. Ao mesmo tempo que faz de tudo para acabar com Bucky e seus amigos, o cabra tem uma paixão declarada pelo protagonista (o que comprova que o amor realmente é cego). Sempre que pode, Realm fica tendo sonhos molhados imaginando situações onde ele se declara para Bucky o.O

Mas para a nossa sorte, tudo isso sempre termina com ele sendo espancado no final. xD

Enfim, a história de Jibaku-kun não é nenhuma grande maravilha, mas ele consegue sustentar a série e crescer nos momentos certos, tendo o seu último episódio como o ápice da série. E como todo bom seriado, fica aquele gostinho de "quero mais", até porque a principal pergunta não é respondida: será que Bucky conseguirá ser o soberano daquele mundo?
   


Algumas Curiosidades:

1. A equipe de dublagem contou com nomes como Fábio Lucindo (Bucky), Marcelo Campos (Kai), Raquel Marinho (Pinky), Alfredo Rollo (Spark), Figueira Júnior (Slash) e Márcio Araújo (Realm). O estúdio responsável pelo trabalho foi o Dublavídeo.

2. O mangá original foi publicado entre 1997 e 1998 e rendeu 6 Tankōbons.

3. O anime chegou ao Brasil apenas 4 meses após seu encerramento no Japão.

4. Uma coisa curiosa: um personagem que tem como principal objetivo a dominação global e tem como uma parceira uma garota chamada Pinky. Isso te lembra alguma coisa ?


Ahh tá ! =D


Ficou interessado em (re)ver ?

Caso você tenha sido tomado pelo sentimento nostálgico ou ficou interessado em assistir ou não tem mais o que fazer, você pode encontrar a série toda no Hinata Sou.

Ou senão você pode assistir os dublados pelo youtube.
Segue ai o primeiro episódio do anime:

Parte 1:

Parte 2:

Você encontrar mais episódios acessando este canal.


Bem galera, é isso !
Espero que tenham gostado desta edição do Tirou do Baú.

Um Grande Abraço a todos /o/

--------------------------------------------------
Quer ter uma imagem associada a seu comentário?
Clique aqui e veja como \o/


Sugestões, críticas, elogios ?
Envie para nerdologialternativa@gmail.com


Acompanhe nossas postagens via twitter: @NerdAlt
Ou através de nossa página no Facebook

9 comentários:

André disse...

Pode falar o que quiser...
Ainda acho esse desenho muuuito trash. =P
Do jeito que meu irmao falou, até parece que eu assistia outro desenho, não ele.

Nao, não assisto de novo, sorry. xD

Ana Letícia disse...

Pois é... eu tenho uma vaga memória desse desenho, mas realmente acho que não vi, pq não faz meu tipo de anime! ;P

E parabéns pelo artigo, ficou muito bom! ^^

E eu gosto mais de Pink e Cérebro! 8D

Dilson Rosa Higa disse...

Uma vez eu quebrei uma janela da casa de um amigo arremessando um boneco de massinha rosa e gritando: VAI ESQUISITO!

Julian disse...

iauehiuae Band Kids, esse anime era bizarro, nunca cheguei a acompanhar mas assistia alguns episódios soltos =)

Marcel disse...

Eu to vendo que preciso escrever artigos sobre coisas mais populares para essa coluna já que até agora só peguei séries um tanto obscuras: Guerreiros das Sombras, Mortal Kombat Conquest e Bucky (olha que esse é mais conhecido).


E sim, o desenho é trash...mas é maneiro xD

mr.Poneis disse...

Bucky é um anime muito bom...

Totemo Natsukashi konna Post

Vamos ver se eu lembro de todos sem olhar na wikipedia...

Bucky - Jiback
Pinky - Bambi
Kai - Bakuzan
Dartagnan - Bakuretsu
AliBaba - Hibana
Live - Buzz
Ranmaru - Rekka
Lucy - Bakuchi
Dead - Jyuubaku
Hayate - Thunder
Jeanne - Tenente Dan
Hell(Realm) - Jibaku Ou

Eh... certo, nomes demais pra mim

até mais ver
mr.poneis

GeoTheRockGirl disse...

Nhaaaaaaaaaaa, fiquei de comentar faz horas!!!!
Curti o post,viu? :3

Gente, como eu gostava de Bucky (gosto ainda,só falta assistir xp)!!!!!!!
Hihihi eu ficava torcendo para chegar da escola e dar tempo de assisti-lo! Sabe como é, crianças! ^^'

Até hoje toh tentando lembrar de outro que passava de tarde e eu curtia pacas....sei que não é Tenchi Muyo,mas tinha um menino que viaja no tempo, eu acho....alguém ai lembra?

xD

Marcel disse...

P/ mr. poneis:
Consultando a Wikipédia (já que não lembro o nome de todos ), lá eles dizem que o espirito da Jeanne na verdade é coronel e não tenente.

No mais, você acertou todos =D

Yan ALC disse...

quem é realm num achei essa tal de realm nao

Postar um comentário