13.11.10

Big Shitty Movies #14: O Último Mestre do Ar


Atenção:
Este texto é especialista na arte da
"Dobra de Spoilers"

Irei definir esse filme apenas com uma palavra: DECEPÇÃO.

A Trama do Longa Metragem


Dirigido por M. Night Shaymala Shyamalan, “O Último Mestre do Ar” retrata os eventos tratados na primeira temporada da animação.

Há muito tempo atrás, o mundo era dividido em quatro grupos: a Nação do Fogo, a Tribo da Água, o Reino da Terra e os Nômades do Ar. Essas nações viviam em perfeito equilíbrio, até o dia em que a Nação do Fogo quebra este equilíbrio, declarando guerra as outras três nações.

O Avatar, mestre dos quatro elementos, e o responsável por manter o equilíbrio do mundo, acabou desapareceu quando as 3 nações mais precisaram dele. Cem anos depois, dois jovens da tribo da água (Katara e Sokka) acabam encontrando um jovem chamado Aang congelado em uma grande redoma de gelo.

E como todo mundo está careca de saber, Aang é o Avatar.



E não, eu não havia pensado nesse trocadilho :P


Mas porque “O Último Mestre do Ar” é uma merda?



Para quem acompanha o NA~, sabe o quanto nós esperávamos por esta adaptação. Em praticamente todas as postagens que fizemos sobre a obra, elogiávamos as cenas e o visual do filme, ficávamos curiosos para conhecer mais sobre a dobra de terra (algo pouco explorado nos trailers), acreditávamos que este seria o grande de retorno do diretor M. Night Shyamalan ao estrelato e, principalmente, que este seria um dos grandes filmes do ano.

Mas infelizmente, todas as coisas boas que os trailers nos passavam não se repetiram durante o filme.
Vocês sabem porque ?



* respira fundo *


PORQUE ESTE FILME É UMA MERRDAAAAA!!!!!!!!!



Durante a época das filmagens, o diretor primo do Raj M. Night Shyamalan havia mencionado que o principal fator que o motivou a realizar a adaptação fora um pedido de sua filha Saleka, fã assumida de Aang e cia.

Agora, por que eu estou dizendo isso ?

Porque este foi o único acerto do diretor no filme, afinal, o fato de aceitar o pedido da filha demonstrou que Shyamalan é um bom pai. Foi um gesto magnifico da parte do Indiano. No entanto, seria melhor que ele tivesse ficado apenas a frente da produção do longa (como fez com o filme Devil), pois aqui o nosso querido diretor demonstra totalmente inábil em dirigir um filme de um gênero diferente do seu habitual.

O Último Mestre do Ar, diferente da série animada, possui um clima totalmente frio e infeliz. Esqueça as piadinhas de Sokka e o jeito descontraído de Aang, alegria foi uma emoção que foi praticamente descartada do filme. O que se confere aqui é um filme extremamente sério com pitadas de melancolia, assim como boa parte dos filmes do diretor.

Ou seja, o mesmo clima que ele utilizou para fazer um suspense como “O Sexto Sentido”, ele utilizou para fazer um filme de aventura destinado a família.

Só faltou o Aang dizer que vê gente morta!



Se bem que pela atuação do elenco, ele realmente via gente assim xD



E já que falamos do elenco, aqui está outro ponto que o filme falhou. Com exceção de Shauo Toub (que mesmo magro, convenceu como tio Iroh xD), nenhum integrante do elenco consegue convencer em sua performance.

Exemplificando a declaração acima, vejamos Noah Ringer. Apesar de fisicamente estar parecidíssimo com Aang, sua interpretação está longe de lembrar o protagonista da série. Dá mesmo maneira que Ringer,  Nicola Peltz e Jackson Rathbone (aka Katara e Sokka) não conseguem transmitir em tela o carisma de seus personagens.

Nem mesmo Dev Patel consegue se salvar. Seu príncipe Zuko mais parece uma versão raivosa do Jamal (Quem Quer ser um Milionário) do que uma pessoa obstinada em sua missão. As ações de Jamal Patel dentro do filme se resumem a gritar e fazer cara de poddle malvado. Alias, na opinião deste que vos escreve, o indiano tem muito mais cara de Sokka do que Zuko.

Mas apesar dos esforços dos quatro atores, ninguém consegue superar o Comandante Zhao (Aasif Mandvi) no quesito personagem vergonha alheia do filme. Mas que porra de militar é esse ?

Caceta, é a primeira vez que vejo um militar com a voz do Mike Tyson !!!

E se já não bastasse isso, o cabra ainda é um esnobe metido a nojento e um GRANDISSISSIMO COVARDE !!!

QUE MERDA DE MILITAR EVIL É ESSE ?!

Esse bostão não agüentaria nem 30 s com o Sargento Hartman.



A edição da bagaça é outra que não ajuda em nada.

Os cortes realizados pela edição são tão ridículos, mais tão ridículos, que em várias seguimentos da projeção, a seqüência de uma cena não fará sentindo algum com a anterior.

Analogamente é como se retirar três palavras de uma oração e querer que a pessoa entenda o mesmo sentido de antes.

Logo, se você não assistiu ao desenho, provavelmente se sentirá perdido em vários momentos do filme.
O filme já não te faz dar gargalhadas, não te oferece personagens interessantes e AINDA por cima é CONFUSO ?!





Mas não tem nada de bom?

Apesar de ser um dos piores filmes do ano, “O Último Mestre do Ar” tem alguns aspectos positivos:
  • Apesar de não ter o estilo bonachão do original, o Tio Iroh de Shauo Toub é sem sombra de dúvida o melhor personagem da trama …. até porque não tem nenhum outro que preste.
  • Os efeitos visuais são tecnicamente surpreendentes. Prova disso é a gigantesca onda criada por Aang em seu estado Super Sayajin Avatar.
  • Mesmo com cenas de ação cheias de firulagens desnecessárias, os Katis utilizandos nas dobras ficaram bem maneiros.


Finalizando…

Agora que estou acabando o texto, percebi que deixei de comentar alguns detalhes mais sórdidos a respeito do longa metragem. Então para finalizar esta edição da coluna Big Shitty Movies, fiquem agora com estes detalhes ;D

1. Na série original, enquanto os habitantes da Nação do Fogo era formado exclusivamente por branquelos, a população da Tribo da Água já possuia uma pele mais escura.

No entanto, na adaptação para o cinema fizeram exatamente o inverso: enquanto a Tribo da Água é caucasiana, a Nação do Fogo é formada basicamente por Indianos figurantes  do filme “Quem Quer ser um Milionário ?”.

No entanto, apesar de ser irmão do Senhor do Fogo, o Tio Iroh não ERA INDIANO.

O que isto significa ? xD


2. E a cicatriz do Zuko, ein ?
 

Se não fosse essas entradas no coro cabeludo, eu não conseguiria perceber a cicatriz.

Parabéns a Equipe de Maquiagem pelo grande trabalho!



E não, isso não foi um elogio :P


3. Na visão do Shayamala, os dobradores de Terra devem ser os caras mais burros entre as quatro nação. Os cabras estão no próprio habitat (uma região montanhosa) e precisam do Aang para eles perceberem que estão em vantagem em relação aos dobradores de fogo ?

E que merda de dancinha foi aquela feita pelos dobradores de terra ?

Era para ser uma homenagem ao Haka? O.O

Homenagem ou não, o resultado final foi totalmente vergonhoso --".


4. Cadê aquele super confronto entre o Aang e o Zuko presente em diversos posters ?

Aquele Kung-fuzinho barrela entre os dois não conta :P


5. E por fim…



… mas que porra de penteado é esse ?!

HEUHEUHEUHUEHEUHEUHEUHEUHEUHEUHEUHEUEU !!!

Isto foi notado pelo Thiago Siqueira do RapaduraCast durante a edição sobre Avatar.



Ficha Técnica

O Último Mestre do Ar (The Last Airbender) 
EUA
Aventura

Roteirista/Diretor/Culpado:
M. Night Shyamalan

Elenco inexpressivo da vez:
Noah Ringer, Nicola Peltz, Jackson Rathbone, Dev Patel, Shaun Toub, Aasif Mandvi, Cliff Curtis, Seychelle Gabriel, Monk Gyatso.

---------------------------------------------------
Quer ter uma imagem associada a seu comentário ?
Clique aqui e veja como \o/

Sugestões, críticas, elogios ?
Envie para nerdologialternativa@gmail.com

Acompanhe nossas postagens via twitter: @NerdAlt
Ou através de nossa página no Facebook

10 comentários:

Julian Francisco disse...

um dado q vc sita como bom eu achei uma merda
po
coreografaram D+++++ o filme... tanta coreografia q nem parece q estão lutando, mas sim fazendo uma encenação barata

Geovani disse...

concordo com tudo faço de suas as minha palavras

Marcel disse...

Para pancadaria eu concordo, mas para as dobras ficou até legal...com exceção dos dobradores do reino da terra, claro.

eheuheuheuheuheuheuheu!

~* DJ' *~ disse...

Bom, como fã de carteirinha ( lê-se putinha ) de Avatar, eu realmente fiquei decepcionado.
Mas, visto os comentarios vindos do filme, eu achava que tinha sido um coco fudido como foi Dragon Ball.

Pode-se dizer que foi uma tentativa. Voce via no filme um pouco da história, os personagens estavam la... Cada um cumprindo o seu papel. Alem do mais, as dobras não foram ridicularizadas ao extremo.
Mas... para ai.

o Filme é corrido, confuso para quem nunca acompanhou o seriado. Eu mesmo se não lembrasse da história ficaria perdido com as cenas, uma maneira horrivel, chutada e ineficaz em atrair o publico. Falho.

Os personagens estão horriveis. Nem o Tio Iroh me convenceu muito não. Agoraa, mesmo o filme tentando ser algo sério, foi falho. Aang demonstrou ser uma pessoa muito mais madura, sendo que ao longo da série ele foi se desenvolvendo, tanto nas artes quanto na maturidade.
Katara sinceramente nao chamou atenção, estava ali.
Sokka sem comentários, odiei... Cara sério, chato, e figurante...

Agora, Zukoh emo... Tem uma linha tenue no personagem. Ele é sim um personagem melancólico, mas ele é forte, e ele sempre faz questão de mostrar isso. O Zukoh do filme foi simplesmente uma bichinha fresca.

E... sei la. outros personagens tambem nao me agradaram. Sem contar que o lord ozai não aparece no primeiro livro, enquanto o "Shayamala" quis estender bastante seu papel. Pra mim foi estrelismo... falho, horrivel.
pelo menos ele nao colocou a Azula. xD

Quanto as dobras: De certo modo achei interessante o visual. Assim como o filme como um todo, o visual convence. As paisagens, os efeitos...
Agora, coreograficamente não. As dobras são movimentos de artes marciais, e no filme os golpes não casavam com as dobras. Eram um grande numero de movimentos para se realizar os ataques...
Sim, no desenho tambem há alguns desses movimentos demorados, mas se voce acompanhar uma luta entre o desenho e o filme, voce consegue enxergar a diferença na fluidez da batalha.
AGORA aquela cena dos dobradores de terra, o cara jogando um cotoco de pedra no cara foi ridiculo.

Não sei não sei... Posso ser muito putinha do desenho, e estar sendo muito exigente, mas, no contexto geral não me agradou. Conheço pessoas que assistiram sem conhecer a série e a resposta deles foi parecida. Não gostaram.
Uma pena para um desenho com tanto potencial.


Será que a filha dele gostou desse filme? Bom, como eu disse: Foi válida a ideia, bem interessante e me animou bastante.
Mas assim como muitas adaptações, só passou de uma boa ideia.

~* DJ' *~ disse...

Só mais um comentário sobre as dobras. Quem não conhece muito a série talvez não saiba, mas os movimentos das dobras são baseadas em artes marciais distintas.
De acordo com o senhor Wikipédia:
água: Tai Chi Chuan
Terra: Hung Gar, do Kung Fu
Fogo: Kung Fu Shaolin do Norte
Ar: Ba Gua, tambem do Kung Fu

São todos artes marciais chinesas, mas cada tecnica tem seu principio. é bem viajado e bem legal =D

GustavoQueiroz disse...

Pois bem. O filme, infelizmente, é um lixo. Merece um shift+delete com gosto, juntamente com os meus odiados, Hulk e X-man III, dentre outras merdas que me fizeram perder dinheiro²(tempo e $).
Confesso que só consegui terminar de ver, tolerando aquela porcaria, porque sou um grande fã da animação, porque foi sofrivel...
Devo dizer que a palavra usado pelo Marcel diz tudo, decepção, eu fiquei muito decepcionado, até porque, como fã havia criado uma grande espectativa, alimentada também pelos traillers e posteres (o análogo provérbio de julgar um livro pela capa).
Porra, os efeitos especiais realmente eram fodas...mas o filme se resumia meramente a isso. @Failtotal, os atores eram ruins, tio iroh tentou, mas estava descaracterizado (gordinho de pancps de chopp, pq não?) e somado a depressão/emo/tristeza e completa ausência de alegria do filme, todos ali eram outros personagens, que não os já conhecidos e estimados por nós.
Outro ponto, os atores estavam péssimos, interpretações dignas de malhação, mediocres mesmo, e o roteiro, foi atropelado, corrido, sem continuidade, explicações plausíveis, história travada, com lapsos não explicados...quem não acompanha o desenho deve ter se perdido.

Enfim, o filme merece esse post.

Ps: pérola do meu irmão..."não gostei desse zuco bonito"...resto da turma, lol, então vc acha homem bonito seu viadinho kkkkkkkkkk.

Edu Aurrai disse...

pois aqui o nosso querido diretor demonstra totalmente inábil em dirigir um filme de um gênero diferente do seu habitual

Ele vêm fazendo isso desde Sinais. Por isso também caguei pra esse.

Jéssica Ferretto disse...

eu achei o filme otimo nao tem nada de errado ou chato esperem ate verem o segundo filme, vamo ver e a opiniao de vcs serao as mesmas. o primeiro filme pode ate ser sem graça,mais o segundo filme surpreendi.e o penteado da princesa e do sokka estao igual do desenho se vc reparar melhor

Julian Francisco disse...

segundo filme? aonde isso?
vou respeitar a sua opinião, mas continuo achando o filme muito ruim

~* DJ' *~ disse...

Olha alguem que gostou do filme hehe.
Otimo ter alguem que conseguiu gostar do filme, isso mostra a diferenças de gostos.

Se voce gostou do penteado, comento minha opinião. O Filme errou desde a escolha para os personagens, sendo assim, nao adianta a maquiagem ficar parecida em um ator que nao lembre em nada o personagem.

Tirando o Tio Iroh, todos os outros atores nao me convenceram nas atuações.

Postar um comentário