17.2.13

[NerdTop] 5 razões para DBGT ser uma BOSTA


Publicado em: 24/04/2010
Atualizado em: 24/02/2018

Continuando a minha saga particular em atualizar/melhorar meus textos mais mal escritos antigos do Nerdologia Alternativa, hoje trago um dos NerdTops com o maior número de comentários e também de polêmicas.

Tratando novamente sobre animação japonesa (tema recorrente por aqui), no artigo a seguir iremos conhecer 5 razões para DBGT ser uma BOSTA.

Mas antes de jogarem as suas pedras, por favor leiam aos tópicos a seguir.


5. A Falta de Episódios Empolgantes

Goku, Pan e Trunks chegam ao Planeta das Seres Sem Colírio. (essa foi a pior piada de legendas que já fiz)
Mesmo possuindo apenas 64 episódios - o que é muito pouco comparado aos 153 de Dragon Ball e os 291 de Dragon Ball Z - Dragon Ball GT foi uma animação difícil de assistir. Mas quando digo difícil, meus caros leitores, não estou me referindo aos horários de exibição e muito menos a "complexidade" da trama. O anime foi complicado de acompanhar devido ao grande número de episódios TOSCOS por frames².

Os 20 primeiros episódios que envolvem a viagem espacial são CHATOS DEMAIS. Não há grandes batalhas, não há momentos memoráveis, não há NADA. E para piorar, mesmo com o surgimento do grande vilão do arco (Baby), as coisas só começam a melhorar quando Goku transforma-se em Super Sayajin 4.

E detalhe, isso só acontece no episódio 35!!!

Com o final da primeira saga, o anime até dá sinais de que as coisas começarão a engrenar. E de fato, os episódios seguintes não retornam a mediocridade dos primeiros, contudo o nível é de baixo para morno. As coisas só melhoram quando Son Goku enfrenta os grandes vilões das tramas, Super 17 (do arco onde os vilões fogem do inferno) e Li Shenlong (do arco dos dragões malignos).

E mesmo assim, nada que chegue a empolgar.

No fim das contas, se a série fosse realmente empolgante, ela não teria durado míseros 64 episódios.


4. Resgate do Clima Dragon Ball

"Trunks, no próximo passo do plano, você precisará passar uma noite na casa do Coringa."
Quando decidiu produzir a Fase GT, a Toei Animation (aka empresa EVIL de animação japonesa) pretendia além de faturar mais alguns trocados com a série recuperar o clima de humor e aventura do primeiro Dragon Ball, algo que acabou se perdendo durante a Fase Z.

E convenhamos, recuperar aquele humor sacana e o espírito de aventura das primeiras era uma proposta muito promissora.

Contudo, a merda burrada começou quando os responsáveis pelo anime decidiram que para resgatar o clima da primeira animação era necessário que Goku voltasse a ser criança. Ou seja, para que criar histórias com mais humor explorando um personagem mais "maduro" se podemos utilizar uma fórmula que já deu certo?

Se considerarmos que desde o início da franquia nós acompanhamos o crescimento, o desenvolvimento e amadurecimento de Son Goku ao longo dos anos, transforma-lo em criança somente para tentar replicar piadas é um puta de um grande RETROCESSO na historiografia do personagem.

E sabe o que é pior?

Mesmo investindo com força no humor, DBGT não é engraçado. Na tentativa de seguir a cartilha no que deu certo, a Toei esqueceram de um pequeno detalhe em seus roteiros: o humor característico de Akira Toriyama. Por conta disso, a grande maioria das situações cômicas são mais bobas do que engraçadas.

Situações como Goku sendo sequestrado por dois pilantras, Trunks precisando se passar como a mulher do Coringa e o grande campeão do 23º Torneio de Artes Marciais perder um torneio INFANTIL por escorregar na borda do ringue ficaram longe de serem divertidas.

Entretanto, é claro que houveram alguns acertos como a excelente sequência onde Vegeta e Bra retornam de um passeio no shopping. :D




Sério caros leitores, seria muito maneiro ver situações onde pretendentes a namorados da Bra tivessem que encarar o SOGRÃO.


3. Personagens Mal Explorados

Um grande elenco desperdiçado. =/
Durante a série, quantas falas Tenshinhan, Chaos, Oolong, Mestre Karin tiveram? Quantas vezes o Mestre Kame realizou alguma safadeza algum ato pervertido? Quantas vezes Trunks e Goten recorreram a fusão em combate? Quantos inimigos Uub e o Sr. Boo conseguiram derrotar? Quantas vezes Piccolo precisou exercer o papel de tutor? Além de inspirar hentais, quais foram os grandes momentos de Bra e Marrom?

Obviamente que as respostas para essas perguntas não são satisfatórias.

Embora tenha herdado um elenco rico, Dragon Ball GT não teve competência em explorá-los. Com algumas raras exceções (Goku, Vegeta e Bulma), a maioria dos personagens ou são relegados a pequenas pontas (Yamcha, Tenshinhan, Chaos) ou tem seu potencial desperdiçado (Uub, Goten, Trunks, Bra) ou são simplesmente descartados (Piccolo e Sr. Boo).

"Ahh, mas é muito difícil dar espaço a tantos personagens." - algum de vocês devem estar pensando.

Verdade.

Tanto que até o próprio Akira Toriyama teve problemas com os personagens em seu último arco para Dragon Ball (a Saga Boo). Na ocasião, o mangaká conseguiu com que a maioria do elenco regular participasse da trama. Mas para isso, ele teve quebrar a cabeça já que apenas os Sayajins eram capazes de enfrentar o grande vilão. Por conta disso, o restante do elenco acabou obrigado a exercer outras funções para o andamento da história, onde alguns eram mais importantes (Piccolo ajudou Goten e Trunks a dominarem a fusão) outros menos (alguém disse Yamcha Rei Cutelo?).

Se o próprio Toriyama teve dificuldades em explorar os personagens que ele mesmo criou, era nítido que a Toei Animation também teria. E para complicar ainda mais a vida do estúdio, a decisão de fazer com que o GT se passasse dez anos após o 28º Torneio de Artes Marciais (o epilogo da Fase Z) acabou se revelando um tiro no pé.

O motivo é simples: eles acabaram criando um espaço de 20 anos onde a Terra viveu totalmente em paz. Sem a necessidade de treinar para enfrentar um grande inimigo, com exceção de Goku e de Uub, a maioria dos personagens deixou de praticar artes marciais (isso sem contar que alguns membros do time ainda atingiram a terceira idade nesse intervalo de tempo). E considerando que a progressão de poder dos inimigos de Dragon Ball sempre aumenta, no fim essa decisão acabou por diminuir o número pessoas capazes de participar de forma efetiva dos combates.

Nas mãos de pessoas mais capacitadas, era bem possível que as perguntas do inicio deste tópico tivessem uma resposta mais positiva. Só que infelizmente, a Toei dos anos 90 não contava com esses indivíduos durante a produção de DBGT.


2. Boas Ideias, Péssimas Realizações

Como deixar Shenlong ainda mais ameaçador? Dando-lhe um charuto, claro!
Mesmo dedicando este artigo para falar mal apontar os principais defeitos de Dragon Ball GT, uma coisa eu tenho que admitir: ao menos no papel, o anime contava com boas ideias. E elas estão presentes em todos os arcos da série.

Na primeira grande saga, por exemplo, ter como grande antagonista um Tsufurujin (raça exterminada pelos Saiyajins) foi uma boa sacada, mesmo sendo uma ideia reciclada dos especiais Plano para Erradicar os Saiyajins (Saiyajin Zetsumetsu Keikaku, 1993). Já na segunda, trazer de volta antigos vilões para atazanar a vida dos heróis, embora também não seja original (isso inclusive já serviu de plot para um dos filmes da Fase Z), foi algo bacana. Na terceira e derradeira trama do anime, colocar as Esferas do Dragão, as grandes salvaguardas de Goku e seus amigos, como os últimos grandes inimigos foi algo novo e muito interessante.

Entretanto, mesmo contando com argumento promissores, o anime conseguiu errar no desenvolvimento de TODOS eles.

No primeiro arco, até o grande confronto entre Son Goku e Baby, é necessário aturar esperar por quase 30 EPISÓDIOS de viagem marasmo espacial entre outros momentos extremamente esquecíveis (lembram de como Goku recuperou a sua cauda?). No segundo arco (que está mais para "mini arco" já que conta apenas com 6 episódios), com exceção do rápido e emocionante reencontro entre Vegeta e Nappa, a maioria dos combates contra os vilões é decepcionante (a luta de Goku contra Freeza e Cell que o diga). Já na última e mais esperada saga da série, somente três dos sete Dragões Malignos eram inimigos dignos de nota,  tanto que contra quatro deles o nosso protagonista contou apenas com o auxilio de sua neta.

Tudo bem que contra o último e mais poderoso dragão, todos os personagens que possuíam condições de lutar foram ajudar, mas é bizarro pensar que no momento em os sete inimigos surgiram pelo mundo, SOMENTE a jovem Pan saiu para ajudar o Sayajin.

As sementes dos deuses deviam estar em falta. :P

Por fim, temos ainda a criação do Super Sayajin 4, uma das ideias mais interessantes e bacanas do GT. Quanto a sua execução...bem...o anime teve êxito em mostrar o SSJ4 como um nível poderoso, mas precisava fazer o Goku adotar a estratégia “Seiya de Pégaso de combate” em todos os momentos em que ele aciona a transformação?

Quanto ao visual animalesco criado por Katsuyoshi Nakatsuru, apesar de destoar bastante dos outros níveis, temos que reconhecer que foi uma ideia corajosa e "fora-da-caixa". Entretanto, após olhar a imagem abaixo....


...fica difícil não enxergar a transformação como uma fusão entre um Sayajin e a Pantera Cor-de-Rosa. hehehe


1. DBGT não é Criação de Akira Toriyama

"Achou mesmo que eu tinha participação na história do GT?"
"Ele pode não ter criado, mas ela participou do GT como supervisor. " – acredito que algum de você deva ou não ter pensado exatamente isso.
Olha, não sei quanto a vocês, mas eu lembro de ter lido essa informação em uma Revista Ultra Jovem na minha época de colégio. E por conta disso, durante muito tempo acreditei que Akira Toriyama havia exercido esta função durante a produção do anime.... até descobrir recentemente que não foi bem isso o que aconteceu.

Quando Dragon Ball GT foi lançado em DVD no Japão, cada Box veio com uma cópia de uma carta escrita pelo próprio Toriyama. E em certo momento do texto, ele diz o seguinte:

"GTでボクがやったことといえば このタイトルと最初の主要メンバー、一部のメカデザインと数枚のイメージカットだけですが、ずっとドラゴンボールを続けていただいてきた優秀なスタッフのみなさんなので 安心して おまかせすることができたのです。"

"In GT, the only contributions that I made were the title, the initial main character designs, some of the mecha designs, and a number of image cuts. But thanks to the excellent staff that I was having keep continuing Dragon Ball, I was able to relax and leave it to them."

Fonte: Kanzenshuu
Ou seja, a participação de Akira consistiu especificamente em character design. E faz muito sentido que ele só tenha feito isso, afinal de contas após finalizar o manga pela Shonen Jump, ele estava de saco cheio farto de Dragon Ball...diferente da Toei Animation, que estava faturando horrores com a franquia.

Por conta dos filmes que produziu para a fase Z, o estúdio do gato de botas feliz acreditou que seria capaz de conduzir sozinho uma continuação para a saga. E mesmo com os roteiristas da Toei tentando emular vários aspectos presentes na obra de Toriyama, o resultado final ficou muito aquém do trabalho do mangaká.

Mas sejamos justos, por mais que tenham falhado em captar o espírito da obra original, os roteiristas de DBGT fizeram um trabalho muito mais digno que Ben Ramsey, o grande responsável pelo roteiro de Dragon Ball Evolution (2009).

Se bem que ali, nem Chow Yun-Fat salva. :P


E o Hour Concur vai para...

A série Budokai ajudou a manter a franquia viva depois do desastre do GT.
...DBGT Quase Matou a Franquia

Não é segredo algum que a Fase GT fracassou na TV japonesa. Esse péssimo rendimento não é somente medido pela pequena quantidade de episódios, mas também ao número de filmes e especiais que a animação gerou. Enquanto Dragon Ball recebeu 4 longas metragens e Dragon Ball Z ganhou 13 longas metragens e 5 especiais, Dragon Ball GT teve apenas um único especial, lançado durante a exibição do desenho.

O fracasso da animação acabou desestimulando o mercado a investir em lançamentos de novos filmes, especiais para TV, OVAs e até mesmo uma nova série. Fato é: durante dez longos anos, a franquia não protagonizou um título animado sequer. Se levarmos em conta que Dragon Ball é uma das séries mais adoradas pelo público japonês e por milhares de fãs espalhados pelo planeta, é um hiato muito grande.

A franquia só voltou a ganhar forças em 2008, quando foi lançado o especial "O Retorno de Goku e Seus Amigos" em comemoração aos 40 anos da Weekly Shōnen Jump. Em 2009 a franquia ganhou aquela MERDA hollywoodiana e a série Dragon Ball Z Kai, uma versão remasterizada e enxuta de DBZ. Em 2010, o especial "O Plano para Erradicar os Sayajins" ganhou um remake de mesmo nome. E finalmente em 2013, a Fase Z está prestes de ganhar o seu décimo quarto longa, "A Batalha dos Deuses".



Acredito que a grande razão para esse renascimento da franquia foi graças aos jogos de luta - em especial, os da série Budokai - lançados na década passada. O sucesso dos jogos e a grana preta que a Namco Bandai faturou, possibilitou que a Toei voltasse a investir nas animações da série.

Mais uma vez, o mercado de games mostrando a sua força. ;)


E a posição "Pé de Chinelo" vai para...

Agora a parada ficou séria. :D
...os Vilões

O anime possui vilões horrorosos?

Claro, mas isso não significa que todos sejam ruins. Prova disso é que os vilões principais são muito legais. :D

Baby, Super 17 e Li Shenlong foram excelentes vilões, dando muito trabalho a Goku e seus amigos. E esse reconhecimento existe também por parte dos fãs, tanto que os três sempre "batem ponto" nos jogos de luta da franquia.

Só é uma pena que vilões tão legais protagonizem histórias tão ruins :(

-----------------------------------------------------------------

Atualizado em 14/02/2018

Graças a um comentário de um leitor, hoje tive a oportunidade de reler este artigo após muitos anos. Apesar de minhas opiniões sobre o anime não terem mudado muito, percebi que o artigo estava muito provocativo com aqueles que gostavam da série, algo que o meu "eu atual" considera INADMISSÍVEL.

Por conta disso,  retirei todas as provocações contidas no texto. Aos leitores e fãs de DBGT que se sentiram ofendidos, peço desculpas.

------------------------------------------------------------------

Bem caros leitores, este foi mais um artigo atualizado de nosso NA~.

Gostaram do artigo ou não? Querem ajudar com alguma informação que esqueci ou corrigir algum equivoco da minha parte? Ou simplesmente quer falar besteira?

Deixem então um comentário nesta postagem. Acredite, sua opinião é o que move este blog a continuar existindo. ;)

---------------------------------------------------
Quer ter uma imagem associada a seu comentário ?
Clique aqui e veja como \o/

Sugestões, críticas, elogios ?
Envie para nerdologialternativa@gmail.com

Acompanhe nossas postagens via twitter: @NerdAlt
Ou através de nossa página no Facebook

38 comentários:

cloudp4 disse...

Dá pra se divertir até... Mas realmente acabaram com a série =\

Julian Francisco disse...

eu acho até que você foi bonzinho heauheiuaheuiahuei

Marcel disse...

É, eu me contive um pouco...senão teria muita baixaria xD
heuheuehueheuheuheuheue

~* DJ' *~ disse...

Pra mim DBGT foi aquele:
AAAAAAh porque acabou a série tão cedo? Estavamos ganhando tanto dinheiro... Vamos continuar.
Não temos ideia? Aah não tem problema, vamos usar as ideias antigas.!

Goku criança, evoluções de super sayajins, inimigos antigos...
Facil!

Edu aurrai disse...

Eu sempre digo que deveria ter acabado no Freeza.

Julian Francisco disse...

concordo

Marcel disse...

Originalmente, DBZ iria terminar no final da fase Cell, que era a vontade do Toriyama (nos planos dele, a história terminaria com Gohan assumindo o lugar do pai como protetor da Terra), mas com a pressão da Editora (mais a grana), ele acabou fazendo a Saga do Boo.

Isa disse...

manow se mata DBGT foi a melhor saga tem um pouco de comedia luta ação e aventura, assim não fika enjoativo como soh luta.
Tdo bem q teve uns errinhos como a PAN nao se transformar em SSJ e o seu bisneto sim, mas o enrredo eh otimo !!!
E eu sou a maior fã da PAN !!! =D

~* DJ' *~ disse...

comentário anotado. Mas eu não concordo com nada que voce disse. xD

Wellington_jr12 disse...

brow eu acho o seguinte foi mt viajem essa de goku voltar a ser criança
pelo amor de Deus, puta nada a ver veei!!!!

*Yas* disse...

Nunca assisti a saga GT e, por sempre ouvir críticas negativas, nem nunca me interessei. Depois dessa então...rs lamentável.

mr.poneis disse...

Pessoalmente eu não sou o maior entusiasta da série GT embora tenha uma boa lembrança os duas... acredito que estas sendo o tema de abertura e o time improvisado da número 18 com o Goku para enfrentar o Super 17... e acho que sou obrigado a mencionar que embora limitada... O Piccolo acabou sendo um dos melhores personagens em GT...

Verdade que a série toda foi concebida como um caça-níqueis, e que sua menção rende mais decepção do que regojizo para os fãs, mas eu pessoalmente não tenho do que reclamar... Pessoalmente acredito que como em qualquer coisa que a tv japonesa exibe ou já exibiu, sua quilometragem pode variar...

Concordo que sendo Dragon Ball, a saga GT tinha a obrigação de ser a coisa mais foderástica da face da Terra, e que você apresenta um ponto válido em todas as suas críticas quanto ao que a série poderia fazer para se tornar melhor... Mas você assistiu cada um dos 64 episódios e separou do seu tempo para fazer um post a respeito, o que eu acredito devem ser contados como pontos a favor deste anime...

Sinto muito se o que eu digo de alguma forma soa grosseiro ou ofensivo, Mas eu sou um desses poucos que gostou de GT, e tenho considerações negativas de modo que não posso parabenizar o seu post. Se pudesse considerar em uma palavra eu chamaria de parcial...

Mas minhas considerações começam a ferir sua liberdade de expressão então devo encerrar por aqui...

Até mais ver
mr.poneis

DBZ disse...

mano eu amo DB e DBZ !! para mim foi o melhor anime que já vi!!! mas eu estou contigo! GT é uma bosta e envergonha dragon ball ;)

ma disse...

quero ve o filme meus deus deve se legalsao

ma disse...

drabongal ficou 10 para de iventa lorota asiste depois fala que ta ruim mais na hora vcs nao que perde nenhun episodios ate repete episodios e depois ven fala mal que isso

Marcel disse...

Meu filho, tu está precisando de umas aulinhas de português, ein?

Marcel disse...

Que isso, Mr. Poneis!
Se todos tivessem o mesmo gosto, não haveria graça alguma. :D

E mais, uma das coisas que mais gosto quando escrevo um texto é a discussão gerada através dele. É muito legal ver as pessoas dando sua opinião, sendo ela a favor ou contra. :)

Wendell J. de Araujo disse...

Sei que o post é antigo, mas vou comentar assim mesmo...concordo em tdo que vc falou. Acho que vc só esqueceu de falar (ou não) um ponto que achei a maior bosta, que foi o final. O sentimento do Goku indo embora nas costas do ShenLong até ficou legal, mas eu acho que o goku devia ter ficado na terra com sua familia. Desde que começou a Saga Z, a Titi não consegue ficar em paz com o Goku. No final da saga, quando aparentemente ele iria ficar em casa, o cara vai embora treinar o Oob. Sei lá, só achei que a Titi deveria ficar do lado dele.

Fabiano disse...

Dragon Ball GT é uma bosta, mesmo. Qualquer fã de verdade que curte DB desde os primórdios da série (anos 80) odeia de morte esse "filler" grotesco que foi DBGT. Realmente tem que ser muito fanboy otaku de modinha do caralho para gostar desse lixo.

super ss4 disse...

Cara o dragon boll gt sempre vai estar nós nossos corações ele mostrou no último episódio q a verdadeira força e nunca desistir e proteger q precisa

Kassicrânio. disse...

Fique sabendo que o Akira vai recriar do DBZ,depois da grande BOSTA do GT,depois de quase ter afundado a franquia ele vai reproduzir novamente(não vai trazer epi antigos de volta em HD ''eu acho'')mais talvez poderemos ter de volta o DBZ.

Murilo trybiane disse...

Dragon Ball foi muito divertido e com lutas bem legais e ao decorrer do anime as lutas foram ficando mais intensas, logo criaram o Z mostrando a origem de Goku, Akira toriyama fez uma excelente saga com o vilão mais poderoso do universo que havia destruindo a raça sayajin e estava em busca das esferas do dragão e uma incrível saga revelando também a origem de Piccolo e kami sama, logo veio a saga do Cell um pouco inferior a do Freeza mais ainda sim bem emocionante e inovadora tendo viagem no tempo, o retorno da patrulha vermelha com androides bem poderosos, e por fim ele fez a saga do Majim Boo bem infantil e sem contexto com as outras mais também inovadora mostrando os senhores kaios supremos. Akira então terminou o Z sem querer continuar e como de se esperar a EQUIPE de akira (sem ajuda nenhuma dele até por que só por que ele desenhou o super sayajin 4, deu uma ideiazinha ali e aqui não quer dizer que ele ajudou apenas que provavelmente foi convidado a participar e não duvido nada que ele apenas deu crédito e assinou para dar mais autenticidade pra obra) resumindo o anime Dragon ball GT é uma merda...

Henrique Fernandes disse...

Excelente cara, finalmente eu encontrei alguém que realmente fala e entende das críticas que eu da mesma forma que você citou neste artigo eu também sempre falo para colegas, amigos etc. Concordo com você em tudo, o dragon ball gt, eu como fã do DBL e DBZ, só assisti por consideração a esses, a história como você citou teve uma ideia muito legal e propostas interessantes, só que horrorosamente mal executadas, isso se deve ser porque teve um pensamento antigo de administradores e executivos que quiseram continuar com a série, acharam que fazendo tudo volta a ser como era antes agradaria a geração que já estava mais velha, para cara, eles devem ter um pinto grosso no cu, legal em trazer humor bacana como era o clássico, mais fazer o Goku voltar a ser criança e mais ainda uma personalidade infantil, fudeu com a coisa toda, no DBZ ele iria atrás dos inimigos, enfrentava batalha e queria sempre vencer a luta, mas no GT ele mal luta que nem homem, parece desenho americano como "Pica Pau" que fica se escondendo do inimigo, isso e outras coisas que eu vou falar que me deixaram extremamente indignado.

Olha como o gt é uma mentira desgraçada, além da Pan não se transformar em Super Saiyjin o que é um fato que todo mundo já conhece, os personagens Gohan, Ubuu e Goten, esses personagens deveriam ser os mais destaques da série, principalmente o Ubuu e Goten, que tinham tudo para ser mais forte do que o próprio Goku, cara é revoltante o que fizeram, além de tudo isso tem o aspecto de que os personagens são extremamente idiotas e babacas, em que puta que pariu o Vegeta e os outros iriam deixar o Goku e a Pan e aquele babaca do Trunks, saírem pelo universo procurando as esferas do dragão e enquanto isso eles não iriam fazer nada, ou na Saga dos 7 dragões malignos, até parece que Vegeta e companhia não iriam cada um pra cima destes dragões, principalmente o Vegeta, dá uma vontade de matar esses que fizeram essa merda. Outro motivo que eu acho que o Gohan voltaria a ser talvez o mais forte de todos, foi quando o Piccolo morreu, você não acha que pelo amor que ele tinha pelo Piccolo, e vendo que ele havia morrido e nunca mais veria de novo, ele não soltaria toda a sua força e poder oculto que nós todos sabemos que eles sempre teve?eu que ele liberaria este imenso poder oculto. Bom mas com toda essa desgraça o dragon ball gt teve seus momentos boms, e com certeza o que é muito marcante e todos se recordam, é sua trilha sonora de abertura e encerramento do último episódio, que realmente foi um final muito emocionante com as imagens de toda a série original e Z, com todos os seus defeitos mas também devemos ressaltar essas partes boas.
Bom cara, ,esse é o meu ponto de vista e minha opinião, gostei muito do seu artigo espero comentar em outros blz! Uhuuuuuuu

Felipe Luiz disse...

Pra mim a continuaçao de DBZ e o filme Batalha dos Deuses

Murilo trybiane disse...

provas que o anime foi totalmente feito nas coxas e cagaram no pau:
tem incoerências absurdas como por exemplo:
kuririn está de cabelo e bigode branco (velhinho) e ten shin han e yamcha não estão velhos, sendo que ten shin han e yamcha são mais velhos que kuririn.

nem vou entrar na questão da ideia do goku virar criança ser totalmente tosca mais o fato de não saberem o que estavam fazendo:
se goku manteve a memória quando virou criança por que ele virou um sujetinho tão idiota goku nunca foi burro ele só era ingênuo por não conhecer o mundo no começo, goku nunca chegou a ser um idiota completo que foi apresentado no GT.
O PIOR DE TUDO, o contexto de GT é totalmente ruim em relação ao dragon ball/Z esqueçam por um segundo o nome (dragon ball) analisem dragon ball Gt, os personagens são obscuros e vagos.

vilões que não fazem sentido existirem:
quando piccolo se une ao kami sama as esferas viraram pedras, e dendê depois transformaram elas de volta no bom e velho shenlong com um desejo a mais. não tinha por que existir aquelas esferas negras, templo de kami sama jamais manteria um problema daquele.


o espaço no dragon ball Z era raro encontrar vilões com mais de 10 mil de poder de luta, acima de 5 mil já era soldado de elite, e as forças especiais gynio eram unicos com média de 50 mil de poder de luta, e freeza e seu pai eram os emperadores por passar da casa dos milhões, então como era possível ter tanta bizarrice assim no espaço.

qual o sentido de trunks vestir de mulher pra cortar bigode de um monstro quando poderiam derrotar com um golpe

gil é o personagem mais irritante de todos os animes e desenhos do mundo. qual o sentido de criar aquele personagem, só pra criar uma duplica com a pan?

a pan foi um personagem que o akira plantou no final do Z que foi bem interessante, porém no GT ela virou um personagem totalmente super valorizado e que não convenceu, por que gohan ficou tão fraco no GT??


por que goten e trunks simplesmente perderam a amizade que tanto tinham um com o outro.


vegeta jamais seria metade do que o GT fez ele ser tanto em aparência quanto em atitude.




a falta de criatividade pra trazer de volta os vilões antigos é a prova da preguiça dos caras da toei: dês de quando o mundo do além e o inferno é tão sem regras assim ao ponto dos vilões pintarem e bordarem??????
mestre karin mesmo disse sobre os maus quando mortos reincarnam imediatamente, e mesmo que fossem para o inferno não vão com seus poderes de luta e muito menos com seus corpos.
como que dois cientistas mortos constroem um androide no inferno, e que falta de noção é essa de um 17 pra fundir com outro 17, tiraram essa ideia da onde??? e pra completar a merda o super 17 morre igual o piccolo daimaoh. e ainda tem a cena tosca do 17 normal dando um soco no vegeta ¬¬ puts os caras não sabiam o que estavam fazendo.










e a cena final goku se despede do kuririn e kuririn da um soco no goku e fala (como nos velhos tempos) como assim????????? kuririn nunca foi mais forte que goku.
GT não é dragon ball


e temos que nos deparar com comentários de pessoas dizendo que gosta de GT e mais, dizendo que GT é a melhor fase de dragon ball ¬¬ pura que pariu

Murilo trybiane disse...

eu concordo que a saga freeza foi épica porem a saga dos androides embora tenham forçado um pouquinho a barra a saga cell foi muito boa, trunks é um personagem interessante, eu achei genial essa questão de viagem no tempo e linha temporal de multiverse foi bem aplicada no dragon ball, foi bem sacado juntar vegeta com bulma.

eu gosto de comentar que dragon ball ficou tosco do mr satan em diante. ^^ a saga boo apesar de me irritar muito tem algumas coisas que eu gosto como os senhores kaios supremos que são interessantes e poderiam ter sido mais bem explorado mistic gohan é interessante, majim boo que foi zuado d+ e fudeu com a saga, e GT como foi comentado aqui é UMA BOSTAAA

Murilo trybiane disse...

nem assisti cara, os efeitos sonoros são sombrios da até uma depressão assistir GT, é escuro e os personagens secundários estão desenhados iguais, as lutas são mau feitas e pra disfarçar tem luzes d+ jogada na cara da até dor de cabeça asssitir, é uma bosta completa.

Murilo trybiane disse...

nem vou rir, vai que é doença. nem dragon ball você digitou direito e ainda quer criticar o dono desse post?

Murilo trybiane disse...

mais é bem óbvio isso, na internet ta cheio de posers, esses carinhas que assistiram dragon ball uma vez ou outra acham que sabem e ficam dizendo que gostam de GT. quem assiste sabe o quanto é ruim.

Henrique Fernandes disse...

Cara, você complementou tudo o que eu havia dito no meu comentário acima. Concordo com você em tudo, mais na minha perspectiva o GT teve uma trilha sonora muito boa, só isso por que de resto pode queimar!

Murilo trybiane disse...

a abertura é bem legal mesmo mais a trilha sonora das batalhas é deprimente, dragon ball Z ganhou prêmios de trilha sonora, e a trilha de GT é meio triste e não combina com o estilo de um anime de luta e comédia, o GT virou um plágio mau feito da saga Z que não deu certo tipo um universo bizarro de dragon ball.

keniso marquea disse...

Realmente dbgt foi um horror nem deveria ter sido lançado

Luiz disse...

Eu também detestei DBGT, logo de cara quando Goku volta a ser criança. Eu nao sei vocês, mas eu sentia muita falta em DBZ de mais momentos de paz. Sem ter um inimigo forte de mais pra lutar, onde os personagens fossem 'normais' por um tempo. Tipo quando Goku e Piccolo foram tirar carteira de motorista. Também me diverti bastante com Gohan Sayaman. Claro que as lutas eram muito boas, mas sempre achei que se estendiam muito.

deivid disse...

Não acredita nesas criticas tudo bem que n foi a melhor temporada de dragon ball mais vc deveria asistir pelo menos eu gostei muito

deivid disse...

Parece que nois fomos uns dos poucos que gostaram do gt

lucas disse...

Pro inferno vc, ela e esse lixo de saga gt então!

Capitanias Hereditárias disse...

Bom, gostaria de abordar mais de um assunto, porém, como o assunto da vez é o GT, falarei dele primeiro.
Minha opinião é clara, não considero nada que vejo nesta série como algo que faz parte da cronologia original, mas não deixo de analisar cada detalhe, e já que não considero nada dessa série como algo cronológico em DBZ, não sou tão crítico quanto aos erros, porque se eu fosse analisar... Seria catastrófico... *cof* *cof* Super Saiyajin 4 se cortando co vidro... *cof*... É.. Voltando ao que eu dizia, já que ignoro essa parte em DBGT, tento analisar o que Dragon Ball tem de melhor, as lutas!! Mas e decepciono, não são emocionantes e épicas como outras, chegam a ser ''sem sal'', mas a história... Para mim é muito boa, Dragon Ball começou com as esferas, nada melhor que terminar com elas, e convenhamos, a história dos dragões malignos se encaixou perfeitamente nesse contexto de que DB deveria terminar justamento como ele começou, porém elaboraram de forma pouco criativa (assim como você disse ), se tratando de como os dragões surgiram. Enfim, para acabar logo com isso, darei meu veredicto, DBGT é de longe a pior série de DB, apenas porquê foi mal elaborada, tinham ideias brilhantes e a cobiça apreçou tudo, fazendo a série ser o que é, acho que ela poderia ser uma das melhores, mas a junção de tudo que falei e personagens nenhum pouco carismáticos, chegando até ser insuportáveis e também tudo que você abordou, faz dela o oposto do que poderia ser. Agora, vi aqui pessoas falando que a DBZ deveria ter acabado na saga do Freeza e acabei ficando intrigado, afinal, para mim, a saga dos andróides é FANTÁSTICA!! Vejam comigo, são três universos englobados nessa série, vários guerreiros tem seu brilho, lutas épicas e o melhor, a história é perfeita juntamento com o antagonista da saga, mas você pode pensar ''ah, mas ele tem um propósito idiota'', SIM! isso que faz ele bom, é idiota, mas todo o contexto de sua história é perfeito, sua criação, seu vício por luta ao invés de lutar para um mau maior ( ? ), para mim, o Cell é muito bom, até sua derrota é bacana. Quem diria ? Nada de Goku desta vez! Bom, esse é meu comentário, desculpem deixá-lo tão longo, espero que reflitam meu ponto de vista e discutem-o, apesar de crer que cheguei tão tarde que ninguém o verá.
Até uma próxima, amigos.
Capitanias Hereditárias.

Capitanias Hereditárias disse...

Me desculpem os erros ortográficos, foram causados por falha na digitação, o teclado que usei estava em péssimas condições. Espero que ainda consigam compreender as minhas palavras. Obrigado pela compreensão e por terem conseguido ler esse texto gigante, hahaha.

Postar um comentário