10.1.14

[Big Shitty Movies] Inspetor Faustão e o Mallandro


Alegria caros leitores, a coluna Big Shitty Movies está de volta. \o/

Sendo a vencedora da enquete realizada no mês passado, a seção volta ao Nerdologia Alternativa depois de quase dois anos de ausência. Para celebrar este retorno em grande estilo, além de uma reformulação na proposta da coluna, o longa metragem escolhido para o artigo é a pérola trash do cinema nacional Inspetor Faustão e o Mallandro.

Ô louco bicho, tá esperando o que para ler? :D
Reformulação

Antes de começarmos com o texto em questão, gostaria apenas de esclarecer o motivo da seção estar passando por uma reformulação.

Mesmo sendo uma das colunas que eu mais produzi artigos, eu nunca consegui realmente atingir o meu objetivo com os textos. A intenção sempre fora contar de forma resumida "grandes filmes de merda" através da minha visão, tomando como inspiração os excelente textos do Amer do Blog do Amer. Entretanto, por conta do tempo de produção e até da falta de experiência, o resultado final sempre convergia para críticas bem mequetrefes. :P

Portanto, nem que uma única vez, escrevi este artigo da maneira como sempre quis realizar: um resumo de um filme de merda, usando o meu estilo de escrita. 

Espero que vocês gostem do resultado final.


Big Shitty Movies apresenta...Inspetor Faustão e o Mallandro.

A história desta bizarríssima produção cinematográfica inicia em pleno a um verdadeiro formigueiro humano, onde pessoas realizam grandes negócios garantindo assim o sustento de suas famílias. Se Nova York possuía a Wall Street e São Paulo a Avenida Paulista ...

"Entrei na feira da fruta, pra ver o que a feira da fruta tem."
...Caxias tinha a Feira da Fruta.

Observando de perto este cenário, Deus se surpreende com a quantidade de bichos que são vendidos de forma ilegal nas mediações da feira. Indignado com a forma que os homens estão tratando animais, o Todo Poderoso decide então tomar uma atitude.

Opa, será que teremos a irá divina castigando os contrabandistas de animais? :D

Beeeem...como estamos falando de um personagem interpretado por Paulo César Pereio, aparentemente Deus prefere delegar essa responsabilidade a outra pessoa. Afinal de contas, julgar os homens levaria muito tempo e isso atrapalharia os planos do Todo Poderoso Pereio de jogar umas partidinhas de sinuca.

Assim, o Todo Poderoso decide escolher entre os mortais aquele que se transformará em seu Inspetor a fim de proteger os animais indefesos de nosso planetinha. E decidido a escolher o seu representante naquele mesmo ambiente - afinal ele já devia estar atrasado para a sua sinuquinha - ele faz a decisão mais importante do filme...

"Porra meu, nunca imaginei que Deus teria a voz de um ator de pornochanchada!"

...escolhe o feirante Fausto Silva como seu Inspetor, um jovem gorducho dono de uma boa alma e uma fera tanto no lado pessoal quanto no profissional...além claro de ser protagonista do longa metragem.

Pereio não faz nada por acaso.

Primeira e Única? Graças a Pereio Deus! =P

E com isso temos os créditos do filme, onde rola uma animação sobre uma imagem de Faustão e Sergio Mallandro (a imagem em questão é a que ilustra esta postagem) tão bizarra, mas tão bizarra que Terry Gillian teria um infarto ao assisti-la. A animação consiste de vários animais de papel mache atravessando a imagem e a órbita dos olhos da dupla ficam mexendo sem parar. Agora, imagina esse efeito sendo feito no Serginho Mallandro, cujo os olhos sairam puxados na foto?

Ainda nos créditos, é informado que Inspetor Faustão e o Mallandro é um filme produzido pela Xuxa Produções.

Isso não era um bom sinal.

"Se você quiser, eu posso te oferecer uma banana também!"
Retornando ao filme e na mesma feira, um turista norte americano, vivido por Cláudio Mamberti, tenta faturar uma brasileira. Com o sotaque mais estereotipado possível, Tom Cru usa duas cantadas de pedreiro para cima da moça. Mas tudo que o gringo consegue é um tapa na cara ao melhor estilo Dona Florinda.

Puta que pariu, sério mesmo que o camarada se chama Tom Cru?!

Com essa lingua presa e esse sotaque escroto, não ficaria surpresa se alguem entendesse "Teu Cu". =P

Budum, um vilão cuja caracteristica mais marcante são os arrotos.
Observando de longe a tentativa patética do gringo em faturar uma peguete, o traficante de animais Budum, interpretado por Chiquinho Brandão, vai até Tom e entrega uma edição do jornal "O Globo" onde a grande matéria do dia destacava um casal raro de codornas sendo encontrado no pantanal. Segundo o traficante, se o ovo de codorna comum é considerado um grande afrodisíaco, um ovo de uma codorna rara seria capaz de transformar o norte americano no maior pegador daquele filme.

Antes mesmo que Tom pudesse dizer alguma coisa, temos uma mudança de cena  e agora acompanhamos Faustão em sua kitnet preparando o seu lanche e o de seus cachorros. Alias, é nesta sequência em que finalmente temos a primeira piada realmente engraçada....

Bem bolada, bem bolada.
...tudo por conta desta gag visual mostrada na imagem acima. Levando em conta os problemas econômicos do nosso país em 1991, a data em que o filme foi lançado, é uma piada bem inteligente. E é ainda mais impressionante levando em conta os mesmos responsáveis pela piada foram os mesmos que escolheram o infame nome do personagem de Mamberti. :P

Antes que pudesse começar o seu lanchinho, Faustão recebe uma chamada de grande urgência em seu telefone: uma mula está criando uma grande confusão na feira da fruta de Caxias. Sem perder tempo, o Inspetor vai até a feira dirigindo seu fusca amarelo. Mas ao chegar lá, Faustão descobre que a mula responsável pela confusão...

Serginho Mallandro e seu distintivo do Paraguai.
...era o Serginho Mallandro HÁÁÁ YEAH YEAH!!!

Portando um distintivo da polícia, Mallandro afirma ao Inspetor ser policial e que sua intenção era apenas ajudar bichinhos...mesmo tendo destruindo boa parte das barracas de vários feirantes e arruinando a renda mensal daquelas pessoas. Ao analisar a situação, Faustão fez o que qualquer Inspetor escolhido por Deus Peréio faria...

Mallandro com camisa de força e de boca fechada, prevejo pessoas vibrando com a imagem.
...colocou Serginho Mallandro em uma camisa de força e o levou para a xadrez.

Faustão então conduz o maluco até a sala do superintendente, com a intenção de reportar a confusão que o tal policial causou na feira. Ao chegar na sala, o Inspetor é surpreendido com duas revelações bombásticas. A primeira grande revelação era a identidade do mandachuva do lugar, um senhor conhecido como...Costinha. E a segunda e mais bombástica revelação...ele era o pai de Sergio Mallandro.

Furioso com a incapacidade de seu filho pateta, Costinha dá uma ordem clara ao Inspetor: ele deverá treinar Serginho a fim de que ele torne um bom policial ou caso contrário, tanto Faustão quanto Mallandro serão demitidos da delegacia. E é deste dialogo que surge o maior mistério da história, afinal se Fausto Silva foi escolhido como Inspetor pelo próprio Deus Pereio, como é que o Superintendente da delegacia tem o poder de demiti-lo?

"Inspetor, vou te contar aquela piada da bichinha dançando lambada"
Será que os Inspetores escolhidos pelo Todo Poderoso são obrigados a trabalhar em uma delegacia? Será que o Costinha é na verdade um Supervisor de Inspetores? Ou será que o próprio Costinha é o Avatar do Pereio? Caso seja verdade, seria Serginho Mallandro um semi deus?! Ou tudo isso não passa de um baita de um furo no roteiro?

Independente de qual seja a resposta, o nosso protagonista gorducho agora precisa treinar o filho paspalho do superintendeste a afim de transforma-lo em um grande policial. Isso significa que a partir deste momento, Mallandro passará a ser oficialmente o sidekick do Faustão. Logo, enquanto é treinado, ele e o gordão agiram como uma grande dupla a serviço da lei para impedir o contrabando de animais silvestres.

Beeeem...NÃO!

No fim das contas, Serginho revela não querer ser policial, mas sim um artista de sucesso, podendo levar a sua música para os palcos de todo o país. E por conta disso, durante o decorrer do filme ele partirá atrás de seu sonho, só aparecendo em tela em algumas cenas chave. Em outras palavras, seu personagem é quase que INÚTIL para a trama.

Faminto e percebendo que Mallandro não irá convida-lo para almoçar, o inspetor decide fazer algo muito mais útil...

Piquenique com Faustão não pode faltar um franguinho assado.
...ir ao zoológico fazer em um piquenique com seu namorada, a bióloga Lucinha, interpretada pela belíssima Luiza Tomé.

Aproveitando a presença do amado, Lucinha aproveita a oportunidade para conversar sobre casamento. Faustão até tenta desconversar sobre o assunto, mas para a sua sorte,  sua amada se lembra que precisava alimentar os bichinhos de sua nova pesquisa. E para o azar do gorducho, o piquenique termina sem que ele tenha provado um quitutezinho sequer, ficando ainda com mais fome.

Lucinha então leva o namorado até a sua sala, onde apresenta a ele o objeto de seu estudo, um casal de codornas de uma espécie raríssima encontradas no Pantanal. De posse dos animais, a pesquisadora tenta descobrir quais são os efeitos causados pelo ovo gerado pela fêmea do casal.

Isso parece que será relevante para a trama. :P

Após receber uma aula sobre as diferentes entre as codornas africanas e as europeias, o Inspetor se despede de seu namorada e decide retornar para sua casa na tentativa de finalmente comer alguma coisa. No caminho, acaba topando com Mallandro que estava justamente a sua procura. Tentando ser um personagem mais útil para a história, o rapaz entrega ao nosso herói duas cortesias para uma festa que irá acontecer na boate de sua namorada, Sandrona. O ex-feirante até reluta em aceitar participar do evento, mas acaba sendo fisgado quando descobre que haverá boca livre, ou seja, comida de graça.

Nesse momento, Fausto Silva vira-se para a câmera e proporciona um dos momentos de maior reflexão da trama:

"Boca livre é que nem pênalti, só perde quem é trouxa!"
Ô louco bicho, essa fera ai é um pensador nato!

Pensando obviamente no quanto poderá comer sem pagar, Faustão decide comparecer a boate acompanhando de sua amada. Ao chegar na festa, o casal aparece bem a tempo de acompanhar o final da apresentação do cantor Sylvinho Blau-Blau. Enquanto esperam por um encore de "Ursinho Blau-Blau", o casal é encontrado por Serginho Mallandro. Feliz ao encontrar o Inspetor, o rapaz até tenta ser um bom anfitrião, mas a garçonete o deixa falando sozinho no momento em que pedia uma bebida para o casal.  

Essa moça não devia gostar da Porta dos Desesperados, aposto!

Ao observar a incapacidade de Mallandro de fazer alguma coisa direito nesse filme, uma mulher loira aparece dando lhe uma bronca, mas logo já começa encher o moço de chamegos. 

Cláudia Alencar com uma peruca de fazer inveja a Nicolas Cage.
Acontece que essa era Sandrona, a dona da boate e namorada do aspirante a policial/artista.

No mesmo momento em que a personagem de Cláudia Alencar surge em cena, Sylvinho Blau-Blau deixa o palco, dando o lugar a um monstro sagrado da música brasileira, Sidney Magal. Cantando Besame Mucho, o cantor faz a umidade relativa do ar aumentar consideravelmente na pista de dança. Enquanto Magal deixa a mulherada maluca...

Tom Cru manjando as novinhas.
...Tom Cru tenta desesperadamente sair do 0 x 0 com alguma mulher. Mas aparentemente, nem mesmo a música de Sidney Magal parece ajudar o gringo a conquistar alguma pussy gatinha. Será que ninguém avisou ele que ele poderia conseguir o que quer nas casinhas de luz vermelha?

Quando Magal encerra o seu show, a multidão fica no aguardo por um bis do artista, mas é surpreendida quando Mallandro sobe ao palco decidido a iniciar a sua carreira como cantor. Com as vaias de uma plateia louca pela volta do interprete de "Sandra Rosa Madalena", Serginho até se esforça em ganhar o público...

Prevejo pessoas vibrando com essa imagem também.
...mas é um tanto quanto difícil conseguir cantar algo quando uma multidão raivosa atira comida contra você. E principalmente, quando alguém no meio dessa massa raivosa acerta uma maçã em sua boca.

Vendo seu bebê sendo maltratado pelas pessoas da pista, Sandrona entra no meio da pista e começa a enfiar a PORRADA nos próprios clientes, criando assim uma briga generalizada. Como um bom homem de lei que é, Faustão até tenta parar com a confusão mostrando que as pessoas deveriam se espelhar como naquele cas...

Tanta mulher para chegar junto...e o camarada chega justo na mulher do protagonista?

....Ô LOCO MEU, OLHA O GRINGO FURA OLHO!!

FALCON PUNCH!!!!!
CARALEO, O FAUSTÃO MANDOU UM DIRETO NA CARA DO CLÁUDIO MAMBERTI!!!

Certo, agora podemos dizer que esse filme ao menos tem uma cena memorável. :P

Após nocautear o americano e salvar a sua amada, é óbvio que Faustão não deixaria a oportunidade de mandar mais uma de suas belas frases de reflexão:

"Só o amor constrói!"
Eu jurava que ele ia dar uma piscadinha para a câmera, mas a cena termina antes mesmo que o gorducho tivesse a ideia. Uma nova sequência se inicia, com Tom Cru ligando para Budum pedindo para que ele arranja o tal casal de codornas. O americano necessitado ressalta que está disposto a pagar qualquer quantia pelos animais.

Olha, vou novamente bater nesta tecla. Com todos os dólares que esse personagem gastou até o momento e com a quantia que está disposto a torrar, ele podia fazer uma festinha numa casa de luz vermelha e acabar com a secura. Acho que esse cara deve ter assistido aquele vídeo do Schwarzenegger no Brasil e acreditado que se pode sair passando a mão na bunda da mulherada que elas vão gostar.

Enfim, no dia posterior ao quebra pau na boate, Lucinha está entrando em sua sala para mais um dia de trabalho quando dá conta de algo terrível: o casal de andorinhas SUMIU. E agora, o que fazer? Reportar o roubo para o zoológico e fazer um boletim de ocorrência sobre o furto ou fugir para casa do namorado e esconder qualquer vestígio sobre sumiço dos animais?

...

Por que será que os personagens de filmes nunca escolhem a opção mais sensata?

Enquanto corria desesperada para o apertamento do amado, mal sabia a pesquisadora que o Inspetor estava recebendo uma visita totalmente inesperada...

"Ô Loco Tio, onde é que fica a geladeira? "
...de Faustinho, o seu mini mim sobrinho favorito, interpretado por um jovem Caíque Benigno.

É valido ressaltar que em momento ALGUM o roteiro do filme dá uma explicação sobre o motivo de sobrinho ter ido passar alguns dias com o seu tio. Porem, levando em conta que o moleque mal entra na casa do tio e já começa a falar de comida, possivelmente seus pais devem tê-lo "presenteado" com algumas semanas na casa do Inspetor após o garoto acabar com todo estoque de comida do mês...pela terceira vez na semana.

E se dividir a comida com o sobrinho glutão já era uma grande preocupação para o pobre Inspetor...

Uma procurada da justiça se escondendo na casa de um policial...isso não parece ser uma boa ideia.
...o nível de stress de Faustão atinge o pico quando Lucinha aparece em seu "apertamento" dizendo que morará com ele nas próximas semanas...e que o casal raro de codornas desapareceu de sua sala.

Vendo que em menos de cinco minutos passou de um homem solteiro com dois cachorros para um homem que divide o teto com a namorada, o sobrinho e os seus dois cães, Faustão novamente olha para a câmera e mais uma vez nos brinda com uma frase de grande sabedoria:

"Família, tem cada uma...só é boa em álbum."
No dia seguinte, o Inspetor começa a realizar a sua investigação. Ele até passa na delegacia para pedir ajuda para Sergio Mallandro, mas o rapaz optar por ir estragar em uma gravação musical da Adriana Esteves a ajuda-lo no caso. Sozinho, Fausto vai até o zoológico onde Lucinha trabalha para investigar a sala da namorada.

Como não conhece nenhuma técnica de investigação forense ou muito menos existia CSI para copiar alguns procedimentos, o policial se limita apenas procurar com os olhos qualquer vestígio de penas. Quando nenhuma pista salta aos olhos em um primeiro momento, o gorducho decide ir mais a fundo em sua investigação, começando a abrir as gavetas, a geladeira vazia para sua tristeza e os armários.

E quando estava para abrir o último armário...

Faustinho ensinando o seu tio a como usar uma lupa.
...encontra o seu mini mim sobrinho vestindo uma roupa idêntica a sua e segurando uma lupa.

Bem, ao menos isso soluciona o mistério da geladeira vazia.

Faustinho explica ao tio que estava ali para ajuda-lo na investigação, uma vez que a vaga de sidekick do Inspetor estava em aberto. Já imaginando que seu sobrinho, apesar de glutão, seria muito mais útil que o Serginho Mallandro, Faustão aceita a ajuda do garoto. Saindo do armário uiii, a criança caminha com a lupa próxima ao olho e se depara com o único lugar onde seu tio não chegou a investigou... 

Pode acreditar meninas, este é o galã do filme.
...a jaula do macaco.

Utilizando todo seu conhecimento em símios - o que ficará mais evidente em um certo programa do SBT no futuro - o personagem de Caíque se comunica com o macaco pedindo qualquer informação que pudesse ajudar na solução do caso. O animal então joga para o garoto o chaveiro que havia pegado do Inspetor sem que ele percebesse. Eis a primeira pista para a solução do caso.

De posse de uma informação valiosa, a dupla decide ter uma conversa com Lucinha...

Olha a cara de animo do moleque a esquerda do Faustão.
...no circo mequetrefe do vilão da trama.

Enquanto seu sobrinho faz a alegria dos vendedores de pipoca, algodão doce, pirulito, churros e cachorro quente, o Inspetor comenta com sua amada sobre a descoberta feita horas atrás. Por alguns minutos, o casal discute algumas teorias de como o chaveiro ter ido parado na gaiola do macaco e apesar. Como a ideia de uma gangue de símios ladrões e de até uma nova ordem de primatas tentando se estabelecer no planeta pareceram muito absurdas, Faustão resolve então perguntar como o animal chegou a sala de Lucinha.

A pesquisadora explica que na verdade o animal fora uma doação de um....

Seria o Chiquinho Brandão um filho perdido do Ramón Valdés?
...dono de circo conhecido como Budum.

Com o primeiro suspeito identificado, o Inspetor pede para Lucinha e Faustinho ficarem na plateia enquanto ele vai até a barraca do dono do circo fazer algumas perguntinhas. Enquanto a bióloga e o garoto assiste alguns dos piores artistas do mundo, do lado de fora o gorducho procura pelo possível meliante quando...

Faustão usando sua sensualidade para cima da moça.
...encontra a lindíssima Amélia que é mulher de verdade, interpretada por Paolla Bettega.

Ele então pergunta a moça sobre a barraca do dono do estabelecimento, sendo gentilmente informado pela moça que logo atrás dela. A pedido do Inspetor, Amélia vai até a tenda de Budum perguntar se o Inspetor poderia entrar para conversar com ele, entretanto, o chefão do circo se nega a falar com o nosso policial roliço.

Com a recusa de mandachuva do lugar, Faustão pensa em uma outra maneira de conseguir se infiltrar naquele recinto. Com ajuda de Faustinho e Amélia...

Faustão e Faustinho mostrando que manjam muito de disfarces.
...ele e o seu sobrinho conseguem se passar como mágicos e de quebra, serem anunciados como o mais novo espetáculo daquele show de horrores.

O plano era simples: ao se fantasiarem como uma dupla de mágicos russos vindos da Iugoslávia, ambos conseguiram passe livre para participarem do espetáculo em andamento e ainda poderiam assinar um contrato caso fizessem uma boa apresentação. Sendo finalmente empregados, os dois poderiam ter acesso a todas as instalações do circo e assim procurar alguma pista das codornas.

Realmente, um plano simples e perfeito, se não fosse por um pequeno porem...ambos não sabem fazer um truque de mágica. Sem prática alguma no ramo, o truque acaba dando errado e acaba por derrubar os bigodes e assim, revelando as identidades da dupla. Furioso por descobrir que não seria dessa vez que teria mágicos em seu circo, Budum manda seus capangas pegarem a dupla. Faustão vai até Lucinha e pede para dar um jeito nos capangas já que até o momento ela não justificou sua participação no filme.

Armada de uma panela, emprestada por um dos espectadores do circo, a bióloga parte para cima dos capangas...

Lucinha mostrando que entende de panela.
...e desce a LENHA NOS DOIS!!

Se antes já era procurada por roubo de espécies em extinção, ela acabava de adicionar o item agressão física a sua ficha criminal.

Mas apesar dos esforços da pesquisadora foragida, Faustão e Faustinho acabam sendo encurralados por um grupo de seguranças. Na vida real, provavelmente ambos seriam espancados pelos seguranças e depois seriam jogados na sarjeta. Mas como é um filme infantil...

Criança dividindo cela com um adulto? Isso vai dar merda, delegado!
...eles apenas vão parar na cadeia.

Faustinho ao menos é solto rapidamente depois que os policias percebem que ele era na verdade uma criança, e não um anão como imaginaram antes. Sozinho, desmoralizado e com fome, o Inspetor mal tem tempo para se lamentar de sua situação de merda, uma luz ultrapassa o teto de sua cela e uma voz começa a soar em seus ouvidos. Era Deus Pereio, em sua segunda e última participação no filme afinal esse foi o combinado pelo cache pago.

Só que para o desespero do Inspetor, em vez de resolver a pendenga que ele havia se metido, o Todo Poderoso havia aparecido apenas para jogar conversa fora, contando a ele como ele venceu Zeus e Odin em uma partida de sinuca. Para a sorte do gorducho, a conversa com a entidade divina é interrompida quando carcereiro surge na frente de sua cela e a abre. O policial avisa a Faustão que a fiança dele havia sido paga por uma moça que não quis se identificar.

Como o roteirista não sabia como terminar a cena, Faustão mais uma vez finaliza a sequência com uma olhadinha para câmera e uma frase efeito. Só que em vez de mais um frase de reflexão, agora faz uma piadinha com uma auto referência:

"Uma moça misteriosa? Ô Loco, deve ter sido uma ganhadora do caminhão."
Para quem não entendeu, o nosso querido apresentador fez referência ao "Caminhão do Faustão", um quadro do programa dominical onde uma pessoa sorteada recebia prêmios a bordo de um caminhão. Apesar de ainda existir nos dias de hoje, esse sorteio não tem mais a mesma fama que tinha no fim dos anos 80 e inicio dos 90.

Da mesma maneira que o roteiro não se preocupa em explicar o porquê de Faustão trabalhar em uma delegacia sendo que ele foi um Inspetor escolhido por Deus, o mesmo não dá explicação de como e por qual motivo o nosso herói gorducho tornou-se ex-Inspetor. Certo, podemos imaginar que pela bagunça no circo e por não ter treinado o filho do superintendente, ele seria mandado embora da delegacia...mas se o homem lá de cima não tirou o título, quem tirou?

Enfim, passando por um momento difícil em sua própria jornada do herói, Faustão volta a trabalhar como feirante, mas como agora tem mais duas bocas para alimentar, o rendimento como feirante infelizmente acaba sendo bem abaixo do que ganhava na delegacia. E para piorar, ele ainda abrigava em sua casa uma fugitiva da policia.

Faustão e o "cachorro-quentefone".
Certo dia enquanto preparava o almoço, Fausto acaba atendendo um telefonema de uma pessoa que não identifica durante a chamada. O anônimo apenas diz para o ex-Inspetor aparecer na boate da Sandrona naquela noite...e lá ele receberia uma informação que o ajudaria com o caso das codornas. Se era uma armadilha ou não, o nosso protagonista não tinha escolha, ele tinha que ir.

Falando desse jeito até parece que o filme está super empolgante, não? :D

A noite cai e o casal vai até a boate a fim de encontrar o informante misterioso. Dessa vez, o palco da casa da noturna é ocupado pela cantora Patrícia Karl Marx, ex-Trem da Alegria. Embalados pela música Sonho de Amor, Faustão e Lucinha acabam se deparando com Serginho Mallandro, que estava conversando com ninguém menos do que...

"Então chefinho, esse aqui é o famoso...err...Reginaldo Rossi."
... o Wando, um dos grandes monstros sagrados da música brasileira e também um dos maiores pegadores da indústria fonográfica nacional, perdendo somente para Roberto Carlos, e claro, Hélio dos Passos.

Sabendo do calibre do cantor, Fausto puxa Serginho para o canto e recomenda ao rapaz colar feito um carrapato em Wando pois, segundo o gorducho, se Mallandro queria resolver a sua vida como artista musical, o cantor poderia dar uma ajuda. Dada a recomendação, o ex-Inspetor deixa o grupo para trás a fim de encontrar o misterioso contato no lugar marcado.

Seguindo as recomendações do seu mestre, Mallandro chega mais perto de Wando a fim de bajula-lo, mas...

Mesmo sendo feio que dói, Wando manja das putarias.
...ele já estava muito ocupado JOGANDO UM LERO NA NAMORADA DO INSPETOR.

PORRA FAUSTÃO, GAROTEOU BONITO EIN?!

Mas o protagonista nem teve tempo de perceber a galhada surgir em sua cabeça. Procurando o contato anônimo pelo ambiente, alguém acaba chamando a sua atenção. Ao se virar para identificar quem era a pessoa...

"Fausto, tem uma folha de alface no meu dente?"
...ele acaba se deparando com Amélia, a linda funcionária do Circo Budum.

A mulher confessa ter sido a pessoa que pagou a fiança do gorducho e também era a pessoa no telefone que prometeu as informações sobre as codornas. Entretanto, ela também confessa que Faustão havia sido o primeiro homem a trata-la como pessoa e ela estava decidida a agradece-lo da melhor maneira possível...

Ihhh...fudeu Faustão!
...pena que Lucinha estava presente no momento do pagamento.

Ao menos agora, os dois estão kits em relação a chifres.

Entretanto, não é o que a personagem de Luiza Tomé acha. Magoada pela cena que presenciou, ela decide devolver a galhada dando moral para o homem mais horroroso e nojento da boate naquela noite...

"Oi gata, seu pai é médico?"
...que obviamente era o Tom Cru.

O americano conduz a garota até o balcão da boate com a promessa que irá apresentar uma "comidinha bem gostosinha" e sem qualquer conotação sexual. Chegando ao lugar, o gringo pede para que o garçom passe uma bandeja cheia de tortinhas. Mal sabe ela que aqueles quitutes foram feitos utilizando os ovos das codornas raras que o próprio Tom havia adquirido através do contrabandista de animais.

Enquanto isso no palco, o show de Patricia Karl Marx havia terminado já a alguns minutos, dando espaço para a Billie Holliday do Brasil, Sandra de Sá. Abrindo o show com a canção Blue Eyes, a cantora arrasta grande parte do público para a pista...

"Porra Mallandro, tu vai onde com essa roupa? Para uma creche?"
...menos Faustão que estava a procura de Lucinha.

O ex-Inspetor acaba topando novamente com Mallandro, que havia sido abandonado por Wando depois que esse saiu da boate com cinco garotas. O gorducho então conta para o rapaz que sua namorada pegou ele no flagra enquanto Amélia lhe dava trato. E agora precisava limpar a barra antes que amada o expulsasse de sua própria casa.

Mas foi ai que Fausto Silva teve mais um de seus planos brilhantes: enquanto ele iria falar com Lucinha, era só Mallandro ir dar um trato em loira, limpando assim a barra do ex-policial. Como Sandrona era uma mulher corna mansa compreensiva, Serginho conseguiria explicar o motivo de estar fazendo isso.

Ô Loco Faustão, mandando o amigo trair a namorada para limpar a barra com a sua?

Brincadeira, meu!

De volta ao balcão da boate, Lucinha está devorando as comidinhas feitas com o ovo da codorna rara. Tom Cru já estava lambendo os beiços pensando que finalmente ia sair da seca quando finalmente a mulher começa a sentir os efeitos do ovo...

Lucinha sentindo os "efeitos" do ovo.
....e começa a chamar o gringo de horroroso, que só estava com ele para fazer ciúme para seu namorado e que preferiria estar fazendo um outro filme onde pudesse ser par romântico do Edson Celulari, o José Mayer e o Antonio Fagundes.

Percebendo que o tiro saiu pela culatra, Tom Cru sai da boate se sentido derrotado. Afinal de contas, havia gastado uma fortuna pelas codornas e nada de gatinhas. Ao voltar para o seu hotel, só queria deitar em sua cama e ligar a TV a cabo para chorar assistindo o programa da Oprah Winfrey.

Mal o norte americano abandonou o balcão, Faustão enfim encontra sua amada ainda sobre o efeito do ovo. Ao perceber que seu namorado estava ao seu lado, Lucinha se declara ao gorducho mas lamenta que ele prefira mais a geladeira do que ela. Percebendo o estado hipnótico de sua mulher, Faustão novamente olha em direção da câmera e saca uma frase de efeito:

"Quando isso acontece, em mulher eu só bato com uma flor."
Quando a flor toca na testa da moçoila, a efeito finalmente cessa e ela volta ao normal. Meio perdida com o que aconteceu, Fausto explica que ela estava dizendo algumas verdades ao gordinho. Nesse mesmo momento, Lucinha tem um grande incite: o efeito colateral misterioso dos ovos das codornas raras era falar a verdade. Ela fica ainda mais convicta de sua conclusão principalmente ao se lembrar que o gringo não parava de repetir as palavra "ovo" e "codorna" enquanto ela comia.

O ex-Inspetor aproveita o momento para explicar o mal entendido envolvendo Amélia e ainda lamenta por não ter consigo a informação que ela prometera passar. O protagonista então se declara a sua amada dizendo que a ama e que ela é a mulher da sua vida. Enxergando a verdade nos olhos do seu balofinho, Lucinha acaba ficando de bem com o seu namorado.

No fim das contas tudo acaba ficando bem para o casal...

"Sabe o que vou fazer com esse dedo? ISSO!!!"
...ao contrário de Mallandro que acabou levando uma surra de Sandrona ao vê-lo com a ex-empregada de Budum.

Enquanto Faustão e Lucinha discutiam onde é que poderiam arranjar uma pista que os levasse direto para as codornas...

Faustinho by night!
...Faustinho aparece na boate a procura do seu tio. Surpreso, Faustão pergunta como ele conseguiu entrar em um lugar proibido para crianças. Esperto, o moleque disse ao segurança do lugar que ele era um anão maior de idade.

Espertinho, não?

O mini mim garoto revela que Budum havia sequestrado Inflação e Salário Mínimo em uma cena que eu fiz questão de ignorar neste texto. Faustão disse que isso ele poderia resolver depois, já que a pista das codornas no momento era mais importante. Ao falar em pista, o moleque se lembra de um papel que havia achado em uma outra sequência ignorada por mim. Ele então entrega o papel para o tio e vê que aquilo era um cartão de um hotel.

Mas espera um pouco. Como é que esse cartão de hotel poderia ser considerado uma pista? Ok, todos nós sabemos que esse é o lugar onde Tom Cru está hospedado, mas este documento não comprova nada apenas que o Coringa é um filho da puta que valesse a pena a ser considerado algo importante. Alias, não seria melhor a dupla ir atrás de Amélia e perguntar o que ela tinha para contar?

Se os Mamonas Assasinas tem a Brasilia Amarela, Faustão tem o Fuscão Amarelo. :D
Faustão, Lucinha e Faustinho então vão de fusca amarelo até a entrada do hotel marcado no papel. Mal parou o carro na frente do prédio, Amélia surge das sombras como tivesse se teleportado da boate até o lugar. Ela então explica que as codornas estão nesse hotel no quarto de Tom, no entanto, como ele já estava de volta ao local, seria necessário uma "distração" (se é que vocês me entendem hehehe) para que eles pudessem entrar no quarto sem serem percebidos e assim, recuperar os animais.

Apesar de um péssimo gosto para homens, até que essa garota é esperta, não?

Com isso, a loira entra no hotel e vai direto ao quarto do gringo. Quinze minutos depois, Faustão e seu sobrinho entram no prédio e seguem diretamente para o quarto em questão. Entrando no local, a dupla se depara com o gringo totalmente distraído...

E não é que finalmente ele se deu bem?
...afinal Amélia estava fazendo um excelente trabalho.

Mas como todos os planos feitos nesse filme, o telefone começa a tocar e Tom interrompe seus amassos para atende-lo. Ao acender a luz, acaba se deparando com a dupla da pesada, que sem pestanejar, perguntam onde estão as codornas. Quando o gringo aponta para a direção da gaiola... todos observam que ela estava vazia e com uma carta.

"Ô Loco meu, pelos erros de português, esse cara já pode ser presidente."
Cheia de erros de português e com uma letra que faria qualquer médico morrer de inveja, era uma carta escrita pelo dono do circo, Bundão Budum. No texto, o meliante conta havia decidido ficar com os animais e ganhar muito dinheiro através da venda dos ovos de codorna. Ele ainda frisa que caso o americano faça uma queixa na policia, ele voltaria para arrancar a língua presa do gringo.

Considerando que Faustão era um policial a exatamente dez minutos de filme atrás, o norte americano não teve muita escolha...

E veja só, no fim das contas ele acabou faturando a loira.
...e foi até delegacia prestar depoimento, contando todos os detalhes a respeito do roubo das codornas e do contrabandista de animais.

Graças ao depoimento, Faustão foi reincorporado a delegacia e recebendo novamente o seu título de Inspetor. A acusação de roubo de Lucinha também foi retirada, permitindo assim que ela pudesse voltar a trabalhar no zoológico.

No dia seguinte, a personagem de Luiza Tomé finalmente retorna ao seu trabalho, aliviada de não ser mais uma procurada da justiça. Só que a alivio da bióloga logo vai para saco...

Budum fazendo a sua imitação de Seu Madruga assustado.
...pois o vilão do filme estava ali fazendo uma visitinha.

Budum explica que por algum motivo que ele desconheça, as codornas não estavam mais gerando ovos e que ele estava precisando de sua ajuda para resolver este problema. Lucinha inicialmente não aceita a ajudar o contrabandista, mas quando este ameaça esganar as pobres aves, a pesquisadora não tem outra escolha e acaba cedendo ao convite do meliante, sendo assim sequestrada.

Mais tarde na feira da fruta, o vilão está fazendo propaganda de um leilão de ovos em comemoração a seu aniversário, distribuindo convites para as pessoas do lugar. O que o dono do circo não imaginava era que um chegado do Inspetor Faustão estava por lá e acaba telefonando para ele e avisando sobre o evento. Não perdendo tempo com essa preciosa informação...

Totalmente "disfarçado", o nosso herói se infiltra no covil inimigo.
...o policial decide ir até o evento SOZINHO.

Ô Loco Faustão, tu não precisava ir até o evento. Como o cara já era considerado um criminoso após o depoimento de Tom Cru, era só repassar a informação para a polícia e pronto. Se bem que, o cara roubou um casal raro de aves que possivelmente deve ter sido noticiado na mídia, além de entrar em um zoológico e ficar fazendo bagunça no meio de uma feira sem que fosse abordado por um único homem da lei.

É...pensando por esse lado, talvez não tenha sido uma ideia tão estúpida invadir um lugar onde boa parte dos participantes são criminosos procurados. Alias, se entre os participantes do leilão só havia um-sete-um, aquela propaganda na feira deve ter sido um desastre, ein?

Eis que Budum surge no palco, tão feliz e sorridente quanto o molequinho do Nintendo Sixty-Four. Os meliantes participantes começam a cantar parabéns logo seguido de uma grande salva de palmas. Antes de iniciar o leilão, o dono do circo convoca ao palco a atração musical daquele evento que, para a surpresa do Inspetor...

"Vem meu amor, vem meu chuchu, vem bem pertinho fazer glu-glu."
...era Serginho Mallandro.

Acontece que dois capangas do vilão foram até a gravadora para "convidar" um dos artistas que estivessem no lugar. Na ocasião, Wando era a pessoa que estava gravando uma nova música e que em teoria, seria a pessoa a fazer o show no leilão. Acontece que escondidos na sala de gravação estavam Mallandro e Faustinho, esperando uma oportunidade para que pudessem mostrar o "talento" de Serginho. Quando os homens entraram no local exigindo um cantor para um show, adivinha quem se candidatou?

Tendo finalmente a sua chance de brilhar, Mallandro decide mandar uma de suas composições mais famosas, "Vem Fazer Glu-Glu". Após incríveis dez segundos de show, a performance do "cantor" foi interrompida pelo contrabandista de animais que finalmente resolveu iniciar o leilão. O rapaz acabou sendo conduzido para o outro canto do palco, onde Faustinho estava sendo segurado por um dos capangas.

Budum usando o chapéu do Hudson Hawk.
Antes do inicio do leilão, dois funcionários entram no palco segurando uma bandeja contendo vários ovos. Alias, não cheguei a comentar mas um ovo dessa codorna rara era um pouco maior que o ovo de galinha convencional, portanto imagine o sofrimento da codorna fêmea. Logo em seguida, Lucinha surge no palco segurando uma gaiola contendo o casal de aves juntamente de outro funcionário que conduzia dois cães do Inspetor, Inflação e Salário Mínimo. Budum faz questão de ressaltar que os dois cachorros estavam a venda, mas apenas para quem se comprometesse a transforma-los em sabão.

Olha caros leitores, poderia até tentar descrever esse importante leilão realizado em míseros quinze segundos de cena, mas a verdade que até o momento esse leilão não fez sentido algum. Para se ter margem do que digo, aparentemente todos os ovos apresentados no palco foram vendidos...

Imagina o sofrimento da codorna para botar esses "ovinhos"?
...mas praticamente todos os participantes do evento receberam um ovo, incluindo o próprio Faustão que nem participou da bagaça. Inclusive, o próprio Budum tinha em mãos em um dos ovos de cordorna.

Mal mencionou o efeito poderoso do alimento, o vilão e todos os participantes do leilão, com exceção do Inspetor, abriram seus ovos e o consumiram. Quase que instantaneamente, um surto de verdade caiu sobre o ambiente, com revelações intimas sendo jogadas aos quatro cantos. Agora pensem no seguinte, caros leitores: com exceção de Faustão e Lucinha, todos acreditavam piamente que o efeito do ovo de codorna raro seria um potente afrodisíaco. Se eles tinham isso em mente, qual o motivo os levou a consumir os ovos se quase não havia mulheres no recinto?

...

Ô LOCO MEU!! ISSO NÃO DEVIA SER UM FILME INFANTIL?!

...

Aproveitando o efeito coletivo, Faustão vai até Mallandro e mostra que havia conseguido salvar um dos ovos apresentados naquele evento. Sem motivo aparente, alguns participantes do leilão atiram tortas em na cara feiosa Budum, acordando o vilão de seu transe. Finalmente percebendo que o Inspetor gorducho estava por lá, ele ordena a todos para pegarem tanto o policial quanto o filho do Costinha.

Sem perder tempo...

"Ae Mallandro, toma um presentinho."
...Faustão entrega o ovo para Mallandro e ambos dão no pé, cada um indo para uma direção oposta. Para a sorte do gorducho, a multidão acaba indo atrás de Serginho, justamente por estar segurando o ovo restante. Aos trancos e barrancos, o rapaz escapa de seus perseguidores e vai até o lado de fora do circo.

Na parte externa do ambiente, Serginho se depara com um pequeno automóvel, possivelmente usado pelos palhaços do circo em suas apresentações. Sem pensar duas vezes, ele entra no veiculo dá a partida. Enquanto isso, seus perseguidores se organizam em cima de uma camionete e começa a persegui-lo, dando inicio a...bem....acho melhor que vocês vejam essa cena em questão:


Mallandro consegue escapar de seus perseguidores, entretanto durante a confusão, o ovo é lançado para alto. O rapaz corre para pegar, mas ele acaba enrolando as pernas...

E impressão minha, ou esse ovo ficou maior? o.O
...e conseguindo agarrar o ovo justamente quando ambos atingem o chão.

Saindo do circo após salvar Lucinha, Faustinho e seus cães, Faustão e seu grupo acabam assistindo a tentativa de Serginho em salvar o ovo. Entretanto, a conclusão da cena acaba deixando todos profundamente desanimados.

Tanto esforço para salvar um ovo...e novamente Serginho Mallandro estrag...

"Algum de vocês conhece a piada do pintinho sem bunda? Háááá"
...eu não acredito, uma codorninha nasceu...ééé, ELA NASCEU! :D

COMEMOREMOS IRMÃOS, SERGINHO MALLANDRO FINALMENTE FEZ ALGO DE ÚTIL NESTA PORRA DE FILME!!!

E é óbvio que este é um momento que é impossível não sorrir...

Amélia mostrando que é mulher de verdade...e esperta também.
...a não ser que você seja o Budum, que no fim das contas é preso pelas autoridades locais graças a sua ex-empregada/ex-namorada. O vilão ainda levou inteiramente de graça um puta de um tapa na cara da loira, comprovando mais uma vez que o crime não compensa...ao menos na ficção. :P

Alias, Amélia fez justamente o que Faustão deveria ter feito, trouxe a polícia para prender o cara. No fim das contas, ela realmente era a pessoa mais esperta de todo o filme. E como conseguiu faturar o americano horroroso cheio da grana, possivelmente irá morar nos Estados Unidos, ganhar um green card e viver como madame pelo resto da vida.

...

Com Budum preso, as codornas e os cães do Inspetor a salvo, só resta uma questão a ser resolvida nesse filme...



...Serginho Mallandro ter a sua oportunidade de cantar, contando com a participação do Faustão e com o vocal das paquitas. ;)
 
THE END

Como vocês perceberam, Inspetor Faustão e o Mallandro não está nesta seção a toa. A forma como certos momentos da história são desenvolvimentos e a quantidade de furos apresentados pelo roteiro torna o enredo um tanto quanto estúpido. E olha que o elenco, com exceção de Serginho Mallandro que estava no modo comediante engraçadão e o Faustão que parecia a todo momento apresentando o Domingão do Faustão, não atua mal.

Para piorar a experiência, além de ser um filme porcamente editado, 85% da trilha sonora que embala o é composta por trechos instrumentais da música principal da produção, o famigerado Rap do Ovo. Sério, eu chegava a levantar as minhas mãos ao céu em agradecimento quando um cantor aparecia em cena para cantar.

Portanto, por mais que tenha alguns momentos até divertidos por conta da tosquice, Inspetor Faustão e o Mallandro é a clássica definição de um FILME RUIM. Por conta disso, na estreia do nosso merdômetro, uma taxa que mede o nível de ruindade do filme, essa porcaria leva 85%.


Ficha Técnica

Inspetor Faustão e o Mallandro (1991)
Comédia | Aventura

Diretor: Mário Márcio Bandarra.

Roteirista: Nelson Nadotti.

Elenco: Fausto Silva, Sergio Mallandro, Caíque Benigno, Luiza Tomé, Cláudia Alencar, Cláudio Mamberti, Chiquinho Brandão, Paolla Bettega, Costinha.


Caso alguém queira assistir essa tosqueira, como a própria Globo Filmes parece renegar o longa, tanto que só lançou o filme em VHS. Mas como nem todo mundo ainda tem um aparelho para essa mídia, basta assisti-lo via Youtube.

---------------------------------------------------
Quer ter uma imagem associada a seu comentário?
Clique aqui e veja como \o/

Sugestões, críticas, elogios?
Envie para nerdologialternativa@gmail.com

Acompanhe nossas postagens via twitter: @NerdAlt
Ou através de nossa página no Facebook

4 comentários:

mr.Poneis disse...

♪~



Estava desencorajado pelo tamanho do texto... mas acho que valeu a pena... muito obrigado pelo vosso esforço... e congratulações pelo retorno...


até mais ver
mr. Poneis


ps.: como não tinha recebido atualizações de vocês no feed do blogger nem soube da enquete...



ps2.: Sequestraram os cachorros do Faustão, eles viraram sabão e ficou por isso mesmo? Belo detetive de animais (peraí, acho que esse era o Ace Ventura...)...

Marcel disse...

Bom te ver novamente por aqui, mr.Poneis.
Apareça sempre pois a casa é sua. :D

E muito obrigado por ter lido tudo, de verdade!
Deu um trabalhão para escrever esse texto. E pelo visto, só de saber que alguém leu já me deixa feliz.

E quanto as perguntas, eis as respostas:

1.) A enquete foi realizada durante as duas primeiras semanas de Dezembro. :)

2.) Os cachorros do Faustão não viraram sabão pois o Faustão conseguiu salva-los...e também pq ngm os comprou para fazer sabão hehehe. Agora que você mencionou isso, vejo que esqueci de escrever sobre eles no texto. Irei adicionar algo a respeito. ;)

Abração!

agripinoduarte disse...

Eu quero muito ver esse filme, que sensacional :D

Julian Francisco disse...

Cara, como vc conseguiu terminar esse filme? o.o Faustão e serginho malandro já são ruins/chatos/malas qndo não estão atuando, imagine qndo tentam atuar sendo eles mesmos heuiaheiuaheuihae bizarro. Imagino que um filme desses nem deve ser produzido visando um lucro... e sim é financiado por incentivos culturais do próprio governo... pq não sei mesmo como podem gastar dinheiro numa tosquera dessas ehaiuheiuahe

Postar um comentário