1.8.12

[NerdFacts] Os Astros de Hollywood que mais Mataram em seus Filmes


Data de Publicação: 09/01/2010
Atualizado em: 18/12/2017

E para abrir a nova fase do Nerdologia Alternativa, trago a atualização de um dos artigos mais batutas que já tive oportunidade de produzir. Estou falando do texto Os Astros de Hollywood que mais Mataram em seus Filmes.

Nas linhas abaixo estará listado 11 atores que se destacaram no gênero de ação, juntamente com suas estatísticas. Apesar dos números, saibam que se esses camaradas pudessem, em cada filme eles matariam mais de MIL.

11. Rutger Hauer

Como Roy Batty, ele quase acabou com a raça do Blade Runner Rick Deckard (Harrison Ford). Como John Ryder, ele promoveu um verdadeiro massacre apenas para infernizar com a vida do viajante Jim Halsey (C. Thomas Howell). Como Heymar Reinhardt, deu muito trabalho para a dupla de policiais Deke DaSilva (Sylvester Stallone) e Matthew Fox (Billy Dee Williams).

Mesmo não sendo uma das figuras mais conhecida dessa lista, o holandês Rutger Hauer fez história ao interpretar os vilões de Blade Runner - O Caçador de Androides (Blade Runner, 1982), A Morte pede Carona (The Hitcher, 1986) e Os Falcões da Noite (Nighthawks, 1981).  Juntos, o trio acabou com a vida de 81 pessoas que ousaram cruzar seus caminhos. 

Embora conhecido nos papéis de antagonista, Hauer também fez mocinhos em sua carreira que, assim como seus vilões, não davam moleza para seus desafetos. Em  O Feitiço de Áquila (Ladyhawke, 1985), Fúria Cega (Blind Fury, 1989) e O Mendigo com uma Escopeta (Hobo with a Shotgun, 2011) os seus personagens - os heroicos Navarre, Nick Peter Parker e o mendigo sem nome - juntos mandaram para cova um total de 44 inimigos.

O grande matador do ator só viria aparecer em 2014, no sci-fi "série C" 2047: Sights of Death (2014). Na pele do Coronel Isaac Asimov, Hauer liderada um grupo de elite formado por astros esquecidos por Hollywood - Danny Glover, Daryl Hannah, Michael Madsen e Stephen Baldwin - a fim de encontrar evidências contra um Governo Corrupto. A missão obviamente dá uma merda gigante vai pelos ares e para sobreviver Asimov é obrigado a matar 107 inimigos no decorrer da história.

É importante ressaltar que Rutger Hauer já esteve presente em várias produções dirigidas pelo o seu compatriota Paul Verhoeven, responsável pelos clássicos e ultra violentos Robocop - O Policial do Futuro (Robocop, 1987) e O Vingador do Futuro (Total Recall, 1990). A dobradinha entre os dois que mais rendeu corpos ao score pessoal do ator foi  Conquista Sangrenta (Flesh+Blood, 1985).

Entretanto, mesmo sendo o filme que mais colaborou com o body count do astro, o seu personagem fez "apenas" 11 vitimas, um número bem "modesto" para os padrões de Verhoeven.

Filmes: 30.
Nº de pessoas que mandou para cova: 334.
Filme em que mais matou: 2047: Sights of Death (107 mortes).
Filme em que menos tocou terror: Precious Find (1 morte).
Personagem mais letal: Coronel Asimov de 2047: Sights of Death (107 mortes).


10. Clint Eastwood

É claro que uma lista sobre "os maiores matadores do cinema" não estaria completa sem a presença do grande ícone do cinema, Clint Eastwood.

Dono de uma carreira respeitável como ator e diretor,  Clint foi um dos principais responsáveis - ao lado de Charles Bronson - pelo nascimento do cinema de ação brucutu. Sim caros leitores, enquanto Sylvester Stallone e Arnold Schwarzenegger nem pensavam em iniciar suas carreiras cinematográficas, o velho Clint já dava as cartas como astro de ação.

Na década de 60, o astro não só estourou como pistoleiros implacáveis na trilogia de Sergio Leone - Por Um Punhado de Dólares (Per un pugno di dollari, 1964), Por uns Dólares a Mais (Per qualche dollaro in più, 1965), Três Homens em Conflito (Il buono, il brutto, il cattivo, 1966) - como também emplacou seus primeiros grandes assassinos. Joe, Monco e Blondie acabaram com a vida de 40 bandidos.

Dentro do gênero dos westerns, é preciso citar ainda outros grandes matadores interpretados pelo astro como Hogan de Os Abutres Tem Fome (Two Mules for Sister Sara, 1970),  que acabou com a vida de 22 homens enquanto protegia e dava uns pegas a noviça Sara (Shirley MacLaine); o fora-da-lei Josey Wales de Josey Wales - O Fora da Lei (The Outlaw Josey Wales, 1976), responsável pela morte 56 homens e o maior matador do astro em um único filme; e o pistoleiro aposentado Willian Munny de Os Imperdoáveis (The Unforgiven, 1992), que além de matar tudo que já caminhou e rastejou pelo Oeste, eliminou 17 pessoas em seu derradeiro serviço.

Ser coveiro nos filmes de Clint Eastwood era garantia de serviço pesado.

Fora do gênero onde fez fama, Eastwood também emplacou personagens bons de tiro como os soldados Morris Schaffer de O Desafio das Águias (Where Eagles Dare, 1968) e Kelly de Os Guerreiros Pilantras (Kelly's Heroes, 1970) - responsáveis pelo abatimento de 94 soldados das forças inimigas - e o Detetive Harry Callahan, da franquia Dirty Harry. De posse de sua magnum 44, Callahan apagou "apenas" 48 meliantes ao longo de cinco filmes (1971, 1973, 1976, 1983 e 1988).

Ou seja, Harry Callahan não é o personagem mais letal de Clint Eastwood, mas ao menos é um dos policiais mais fodas da história do cinema, ao menos na opinião deste que vos escreve. :D

Filmes: 33.
Nº de pessoas que mandou para cova: 413.
Filme em que mais matou: Josey Wales - O Fora da Lei (56 mortes).
Filme em que menos tocou terror: Bronco Billy (1 morte).
Personagem mais letal: Josey Wales de Josey Wales - O Fora da Lei (56 mortes).


9. Mel Gibson

Se o assunto é personagens icônicos, Mel Gibson é uma pessoa muito bem servida. Afinal de contas, estamos falando de um cara que possui em seu currículo figuras como Max Rockatansky, Martin Riggs e William FREDOOM Wallace. E convenientemente, os três citados são verdadeiras maquinas mortíferas.

Sim, por um momento eu achei que esse trocadilho era uma boa ideia.

Max Rockatansky de Mad Max não é apenas o primeiro grande matador vivido pelo ator, mas também é o personagem que o lançou ao estrelato. Gibson interpretou o guerreiro das estradas em três oportunidades (1979, 1981, 1981), onde eliminou 26 maus elementos em um mundo tomado por caos e destruição.

Saindo de um mundo devastado para as ruas de Los Angeles, temos Martin Riggs de Máquina Mortífera (Lethal Weapon), outro grande matador vivido pelo ator e, possivelmente, o seu personagem mais famoso. Mel Gibson interpretou o parceiro de Roger Mortaugh (Danny Glover) em quatro oportunidades (1987, 1989, 1992 e 1998), varrendo das ruas da cidade proibida 44 criminosos.

Mas quando o assunto é matar, Riggs e Rockatansky são amadores perto de William Wallace de Coração Valente (Braveheart, 1995). O herói escocês não é só o maior matador vivido pelo astro como também é um dos maiores matadores da história do cinema. Com cerca de 237 corpos em sua conta, o personagem faz inveja a qualquer vilão de filme Slasher.

Fora essas três figuras emblemáticas, não podemos deixar de citar outros matadores vividos por Gibson como Benjamin Martin de O Patriota (The Patriot, 2000), com seus 37 soldados ingleses abatidos; o capitão P.G.Kelly de Força de Ataque Z (Attack Force Z, 1981), com seus 20 soldados japoneses assassinados; e o vigarista Porter de O Troco (The Payback, 1999), com uma vingança que acabou com 17  de seus "colegas de trabalho".

Filmes: 24.
Nº de pessoas que mandou para cova: 461.
Filme em que mais matou: Coração Valente (237 mortes).
Filme em que menos tocou terror: Preço de um Resgate (1 morte).
Personagem mais letal: William Wallace de Coração Valente (237 mortes). 


8. Jean Claude Van Damme

No episódio de Simpsons onde toda Springfield girava em torno das filmagens do filme do Homem Radioativo, recordo-me que Bart Simpson disse a seguinte frase:
O mundo precisa de heróis como os Stallones e os Schwarzeneggers, e em menor escala os Van Dammes.
Esta frase é  a tradução perfeita de como era o cinema de ação nos anos 80 e 90. Enquanto Stallone e Schwazenegger eram os principais expoentes do gênero, logo abaixo da dupla o nome mais conhecido era o do Sr. Espacate belga Jean Claude Van Damme.

Van Damme apareceu para o grande público em papéis como lutador em produções como O Grande Dragão Branco (Bloodsport, 1988) e Kickboxer: O Desafio do Dragão (Kickboxer, 1989). Mas ele só viria interpretar um grande matador com Cyborg: O Dragão do Futuro (Cyborg, 1989), onde seu personagem (Gibson Rickenbacker) elimina 28 pessoas..

Nos anos seguintes, o astro aumentaria o seu body count pessoal em produções como Duplo Impacto (Double Impact, 1991), onde interpretou os irmãos gêmeos Alex e Chad Wagner, responsáveis por matar 39 maus elementos; O Alvo (Hard Target, 1993), onde fez o forasteiro Chance Boudreaux, responsável por detonar 25 pessoas, 1 cobra e algumas pombas entendedores entenderão; Timecop: O Guardião do Tempo (Timecop, 1994), onde seu personagem (Walker) não só garantiu a consistência das linhas temporais como também eliminou 13 criminosos do espaço tempo continuo.

Ainda na década de 90, não podemos deixar de citar Soldado Universal (Universal Soldier, 1992), onde interpretou o soldado que retorna dos mortos Luc Deveraux. Soldado Universal é inclusive a única franquia do astro, na qual retornou ao seu personagem mais três vezes (1999, 2009, 2012). Em suas quatro aventuras, Luc eliminou 72 inimigos, sendo este o maior matador vivido por JCVD.

Por fim, é válido lembrar que o ator protagonizou o famigerado Street Fighter: A Última Batalha (Street Fighter, 1994). A sua versão do Coronel William Guile pode até não soltar Sonic Booms ou cultivar um gigantesco topete, mas se mostrou um exímio matador ao eliminar sozinho 17 integrantes da Shadaloo.

Mais impressionante que isso só os feitos do próprio longa metragem que, além de matar  Raul Julia de desgosto,  assassinou a expectativa de milhares de fãs em todo planeta. :P

Filmes: 38.
Nº de pessoas que mandou para cova: 498.
Filme em que mais matou: Soldado Universal 3: Regeneração (42 mortes).
Filme em que menos tocou terror: Os Mercenários 2 (1 morte).
Personagem mais letal: Luc Deveraux da série Soldado Universal (72 mortes).


7. Charles Bronson

Como disse certa vez o meu amigo Fabricio Yukio, a franquia Os Mercenários (The Expendables) só será completa quando houver a frase "Em memória de Charles Bronson" inserida nos créditos finais de todos os seus filmes.

Uma menção justa, uma vez que o finado astro é, ao lado de Clint Eastwood, um dos pais do cinema de ação "brucutu". E assim como Eastwood, Bronson começou a sua carreira nos filmes de faroeste (western).

No gênero, interpretou vários pistoleiros implacáveis, como Bernardo O'Reilly de Sete Homens e um Destino (The Magnificent Seven, 1960), Harmonica de Era Uma Vez no Oeste (Once Upon a Time in the West, 1968) e Link Stuart de Sol Vermelho (Red Sun, 1971). Juntos, o trio mandou para a cova um total 41 corpos. Seria um número impressionante, se Bronson não contasse em seu currículo com o personagem Rodolfo Fierro de Villa: O Caudilho (Villa Rides, 1968). Sozinho, Fierro acabou com a vida de 118 pessoas, transformando-se no personagem do ator com o maior kill count em um único filme.

Mas certamente, a estigma em interpretar grandes matadores só seria reconhecida com a série Desejo de Matar (Death Wish), onde Charles Bronson interpretou Paul Kersey, um arquiteto que após presenciar a morte de sua esposa e o estupro de sua filha pelas mãos de bandidos, tornou-se a encarnação idosa de Frank Castle.

Sim caros leitores, quando o bigodinho de pasteleiro Bronson fez o primeiro filme, ele já estava com 52 anos. E mesmo entrando na terceira idade com o passar dos filmes, o personagem ficava cada vez mais perigoso. Contando os cinco longa metragens estrelados pelo astro (1974, 1982, 1985, 1987 e 1994), Paul Kersey limpou as ruas mandando para a cova um total de 124 meliantes.

Não é a toa que este é o personagem mais lembrado da carreira do astro (ao lado do Harmonica, claro).

Filmes: 47.
Nº de pessoas que mandou para cova: 523.
Filme em que mais matou: Villa: O Caudilho (118 mortes).
Filme em que menos tocou terror: Fuga Audaciosa (1 morte).
Personagem mais letal: Paul Kersey da série Desejo de Matar (124 mortes).


6. Chuck Norris

Capaz de enfrentar uma fusão entre Goku e Superman sem sequer suar, Chuck Norris pode até ser considerado como um dos seres mais poderosos do universo...mas no quesito cinema, está muito longe do título de maior matador das telonas.

Se eu sumir após publicar este artigo, vocês já sabem o que aconteceu...

Inicialmente conhecido por interpretar lutadores - seu primeiro grande papel aconteceu em O Voo do Dragão (Meng Long guo Jiang, 1972) graças a um convite de Bruce Lee - com o avançar de sua carreira, Norris se acostumou a fazer dois arquétipos: o do homem da lei solitário e o de militar fodão de alta patente.

Entre os homens da lei interpretados pelo ator, precisamos destacar J.J. McQuade em McQuade - O Lobo Solitário (Lone Wolf McQuade, 1983), Eddie Cusack em Código do Silêncio (Code of Silence, 1985) e Cliff Garrett em Hitman - Disfarce Perigoso (The Hitman, 1991). Além de preservar a ordem e a justiça em suas cidades, os três eliminaram cerca 81 maus elementos durante suas "patrulhas".

Mas são nos militares fodões que Chuck Norris detém o maior número de corpos abatidos. Dentro desse arquétipo, o astro conta com figuras como o Major Scott McCoy da série Comando Delta (Delta Force), o pesadelo soviético Matt Hunter de Invasão USA (Invasion U.S.A, 1985) e o lobo solitário Booker da franquia Os Mercenários. Juntos, o trio esfaqueou, explodiu, alvejou um total de 185 pessoas.

E já que estamos falando em milicos, não podemos deixar de lembrar do personagem mais letal vivido pelo ator, o Coronel James Braddock da trilogia Braddock (Missing in Action). Em seus três longas (1984, 1985 e 1988), Braddock foi responsável pela morte de 159 pessoas, ou seja,  o coronel SOZINHO foi responsável por praticamente 30,22% dos bodies counts da carreira de Norris.

Logo subtítulo nacional não estava errado, James Braddock é realmente o Super Comando.

Filmes: 30.
Nº de pessoas que mandou para cova: 526.
Filme em que mais matou: Braddock - O Último Comando (78 mortes).
Filme em que menos tocou terror: Força Destruidora (1 morte).
Personagem mais letal: James Braddock da série Braddock (159 mortes).


5. Harrison Ford

Eis aqui um nome inesperado...ou algum de vocês esperavam ver Harrison Ford por aqui?

De fato, Ford é conhecido por interpretar cafajestes durões, mas a grande maioria desses personagens não conta com um alto número de body counts. Rick Deckard de Blade Runner, por exemplo, só possui 3 mortes em suas costas. E até mesmo James Marshall de Força Área Um (Air Force One, 1997), o presidente americano mais porradeiro da história do cinema, só matou 5 terroristas durante o sequestro de seu avião.

Como é que o ator pode estar em posto tão alto?

A resposta é muito simples: Indiana Jones e Han Solo.

Sim meus caros leitores, o arqueólogo aventureiro e o contrabandista espacial tiveram que abater muitos inimigos para se manterem vivos. Além do mais, tanto o Dr. Jones quanto Solo viveram em períodos históricos bastante conturbados.

Em suas quatro aventuras (1981, 1984, 1989, 2008) protagonizadas pelo ator, o  Doutor Henry Jones Junior se aventurou no meio de dois conflitos (2º Guerra Mundial e a Guerra Fria), onde enfrentou nazistas em busca de artefatos religiosos, ocultistas indianos DO MAL, soldados soviéticos atrás de tecnologia alienígena e um Shia LaBeouf como filho/sidekick mala. E para sobreviver a tudo isso, o arqueólogo precisou acabar com a raça de 72 pessoas.

Presente também em quatro oportunidades (1977, 1980, 1984 e 2015), o Han Solo de Ford também esteve presente no centro de dois conflitos (a Guerra contra o Império Galáctico e o Embate contra a Primeira Ordem), enfrentando soldados de elite que não acertam tiros, caçadores de recompensas, Sith Lords e até mesmo a traição de seu próprio filho. O saldo dessas batalhas renderão 429 mortes na conta do contrabandista boa praça. Logo nem preciso informar qual é o personagem mais letal de Harrison Ford.

Depois de tudo que foi apresentado, será que alguém ainda ousa duvidar que o Han Solo atirou primeiro? ¬¬

Filmes: 20.
Nº de pessoas que mandou para cova: 552.
Filme em que mais matou: Star Wars - O Retorno de Jedi (387 mortes).
Filme em que menos tocou terror: Divisão de Homicídios (1 morte).
Personagem mais letal: Han Fucking Solo da série Star Wars (429 mortes).


4. Arnold Schwazenegger

Sete vezes campeão do Mr. Olympia, ex-governador do Estado da Califórnia, empresário e um dos grandes expoentes da era de ouro do cinema de ação. O currículo de vida do austríaco Arnold Schwazenegger só não é maior que a quantidade de corpos que seus personagens pilharam ao longo de seus filmes.

Os números dos personagens de Schwaza são bem expressivos, especialmente se considerarmos aqueles cujo o astro interpretou uma única vez. Por exemplo, o agente Harry Tasker de True Lies (1994) eliminou 65 terroristas (e ainda mostrou que dança tango tão bem quanto o Al Pacino). Já o Major Dutch de O Predador (The Predator, 1987), acabou com a raça de 47 inimigos...incluindo o PRÓPRIO Predador.

Se estamos falando de grandes maquinas de matar, o Coronel John Matrix de Comando para Matar (Commando, 1986) não pode ficar de fora. Para resgatar a filha sequestrada pelo vilão Fred Mercury obeso Bennet (Vernon Wells), Matrix dizimou sozinho um exército de 105 homens, deixando apenas corpos para os seus reforços.

E o cara ainda come boinas verdes no café da manhã....seria isso uma indireta?

Com relação aos personagens de franquias, a contagem de corpos é...digamos...um pouco mais "modesta". Conan da série Conan: O Barbáro esmagou 52 inimigos e não deixou nenhum deles fugir. Trench de Os Mercenários (The Expendables) só participa ativamente da série a partir do segundo filme, mas ainda assim prestou uma grande colaboração ao amigo Barney Ross eliminando 43 capangas. T-800 de Exterminador do Futuro (Terminator) era um verdadeiro terror quando era um vilão – 22 pessoas foram mortas em sua caçada a Sarah Connor, incluindo Kyle Reese - mas quando se tornou herói, acabou somente com 4 exterminadores.

Alias, lembram quando mencionei sobre Paul Verhoeven no inicio do artigo?

Após finalizar Robocop, o trabalho seguinte do diretor foi justamente o clássico O Vingador do Futuro (Total Recall, 1990), estrelado por Schwazenegger. Na pele do desmemoriado Douglas Dennis Quaid, o ator contabilizou mais 49 corpos para a sua contagem, ou seja, quase cinco vezes mais o que  Rutger Hauer conseguiu trabalhando com o cineasta holandês.


Filmes: 28.
Nº de pessoas que mandou para cova: 620.
Filme em que mais matou: Comando para Matar (105 mortes).
Filme em que menos tocou terror: Um Tira no Jardim de Infância (1 morte).
Personagem mais letal: John Matrix de Comando para Matar (105 mortes).


3. Sylvester Stallone

No embate entre os dois astros mais populares do gênero  pelo título de grande “matador”, Sylvester Stallone conta com um número muito mais expressivo que seu amigo de profissão Arnold Schwazzeneger...mas não o suficiente para estar no topo da lista.

Com exceção do vilão de Corrida da Morte: Ano 2000 (Death Race 2000, 1975) onde chacinou 7 pessoas, Sly não interpretou grandes matadores no seu inicio de carreira. Seu primeiro grande assassino só apareceria em 1985, quando John Rambo - personagem que já havia interpretado em 1982 - é forçado a retornar ao Vietnã em Rambo II: A Missão (Rambo: First Blood Part II, 1985). Além de resgatar vários prisioneiros americanos, o ex-boina verde eliminou 77 pessoas entre soldados vietnamitas e soviéticos de alta patente. Stallone retornaria ao papel em mais duas oportunidades (1988 e 2008), onde mais 155 inimigos padeceram perante Rambo.

Apesar de ser o mais famoso, John Rambo não foi o único “exército de homem só” interpretado pelo astro de boca torta. Ainda em seu currículo, Sly conta com Marion Cobretti de Stallone Cobra (Cobra, 1986), Raymond Tango de Tango e Cash: Os Vingadores que Não São da Marvel (Tango & Cash) e até mesmo o Judge Dredd de O Juiz (Judge Dredd, 1995). Juntos, os homens da lei foram responsáveis por matar 67 bandidos, um número baixo se compararmos com os obtidos pelo ex-boina verde.

O único personagem no currículo de Stallone que tinha potencial para passar Rambo era o mercenário Barney Ross da trilogia Os Mercenários. Nos três filmes (2010, 2012 e 2014) em que esteve a frente da equipe, Ross acabou com a raça de 123 pessoas, incluindo dois personagens interpretados por membros desta lista, Jean Villan de Van Damme e Stonebanks de Mel Gibson.

Barney infelizmente não irá aumentar o seu placar pessoal já que Sylvester Stallone já confirmou que não retornará para uma quarta sequencia da franquia, o que é uma grande pena.

Filmes: 25.
Nº de pessoas que mandou para cova: 657.
Filme em que mais matou: Rambo III (87 mortes).
Filme em que menos tocou terror: Rambo: Programado para Matar (1 morte).
Personagem mais letal: John Rambo da série Rambo (233 mortes).


2. Steven Seagal

Se existe alguém acostumado a interpretar homens invencíveis, essa pessoa é Steven Seagal.

Sim caros leitores, ao contrário dos astros citados ao longo do artigo, os personagens de Seagal raramente sofrem nas mãos de seus inimigos. Quando se assiste a um filme do 7º Dan em Aikido, pode-se ter certeza de duas coisas: i) ele irá surrar sem dó e sem piedade qualquer malfeitor que cruzar o seu caminho e ii) ele irá chegar ao final da história sem nenhum arranhão.

Interpretar personagens fodões não é o único ponto que contribuiu para o astro estar nesta posição da lista. A partir dos anos 2000, o ator passou a atuar em produções voltadas para o mercado de home-vídeo, o que diminuiu o custo de produção de seus filmes. Logo, enquanto em um ano temos um filme do Stallone nos cinemas, nos serviços de locação nós temos três longas metragens protagonizados pelo cara de rabo de cavalo.

Com relação matadores interpretados pelo ator, podemos dividi-los em dois momentos bem distintos: a fase "Steven Seagal em forma" e a fase "Steven Seagal em forma de bola" .

Quando estava em forma, temos que destacar Mason Storm de Difícil de Matar (Hard to Kill, 1990), Forrest Taft de Em Terreno Selvagem (On Deadly Ground, 1994), Jack Cole de The Glimmer Man: O Homem das Sombras (The Glimmer Man, 1996) e Casey Ryback da série A Força em Alerta (Under Siege). Enquanto os três primeiros massacraram 60 meliantes, Casey sozinho acabou com a vida de 73 pessoas nos dois longas em que esteve presente (1992 e 1995), levando o título de maior matador do ator.

Já no período em que começou a ganhar alguns quilinhos - e coincidentemente passou a ter seus filmes para o mercado de locação - temos que citar o Coronel Robert Sikes de Code of Honor (2016), responsável por matar 41 criminosos; Tao de Escuridão Mortal (Against the Dark, 2009), que varreu da existência 32 vampiros (siiim, Steven Seagal não surra apenas seres humanos); e Alexander de Confronto Final (A Good Man, 2014), que apagou 29 terroristas.

Somando o body count desses três personagens temos um total de 102 mortes, um número muito maior que o obtido pelo trio Storm/Taft/Cole. Se levarmos em consideração esses valores, podemos dizer que "Steven Seagal Nhonho" de agora é muito mais mortal e perigoso do que o "Steven Seagal Esbelto".

Durmam com essa.

Filmes: 48.
Nº de pessoas que mandou para cova: 760.
Filme em que mais matou: A Força em Alerta (50 mortes).
Filme em que menos tocou terror: Kill Switch: Caçada Explosiva (1 morte).
Personagem mais letal: Casey Ryback dos filmes A Força em Alerta (73 mortes).


1. Dolph Lundgren

E o maior matador do cinema é..... Dolph Lundgren.

Sim caros leitores, vocês não lerão errado. O interprete de Ivan Drago e ex-namorado de Grace Jones é o astro com a maior contagem de corpos da história do cinema.

A explicação para esse fato é bastante simples: assim como Steven Seagal, Lundgren investiu a sua carreira nos filmes de ação de baixo orçamento, normalmente voltados para o mercado de home-vídeo.

E pela quantidade de filmes no currículo, podemos dizer que ele  investiu PESADO nessas produções.

Os personagens do ator não são “forças da natureza” como os de Seagal, mas possuem um body count de dar inveja a seu companheiro de profissão. Por exemplo, o sobrevivente Max Gatling de Zumbis e Robôs (Battle of the Dammed, 2013) destruiu um total de 70 inimigos entre zumbis...e robôs. O mercenário Warchild de Passagem para o Inferno (Bridge of Dragons, 1999) tem em sua conta 56 corpos de soldados inimigos. O soldado soviético Nikolai Rachenko de Escorpião Vermelho (Red Scorpion, 1988) assassinou 55 soldados das forças inimigas.

Com relação aos seus personagens mais “conhecidos”, o ator também detém números  expressivos. O vilão Andrew Scott da série Soldado Universal esteve presente em três filmes (1992, 2009 e 2012), onde assassinou 47 pessoas. O mercenário Gunner Jensen de Os Mercenários ajudou a equipe eliminando 40 inimigos. He-man de Mestres do Universo (Masters of the Universe, 1987), por incrível que pareça, chacinou 47 membros das forças do Esqueleto.

Não posso deixar de mencionar que Lundgren foi o primeiro ator a interpretar ninguém menos do que Frank Castle, o Justiceiro. Alias, se analisarmos os três filmes  protagonizados pelo anti-herói, a sua versão é disparada a mais violenta de todas. Para se ter ideia, o Justiceiro de Dolph matou sem dó e piedade nada menos que 182 bandidos. Já na versão de 2004 com Thomas Jane, o personagem acabou com apenas 34 elementos.

Logo, somente Dolph Lundgren pode ter o luxo de dizer que Frank Castle é o personagem mais letal de sua carreira.

Filmes: 50.
Nº de pessoas que mandou para cova: 1114.
Filme em que mais matou: O Justiceiro (182 mortes).
Filme em que menos tocou terror: Rocky IV (1 morte).
Personagem mais letal: Frank Castle de O Justiceiro (182 mortes).

----------------------------------------------------------------

Bem galera, então é isso. :)

Espero que tenham gostado da matéria, afinal exigiu uma boa pesquisa e um bom tempo para escreve-la e também para atualiza-la. Portanto, não deixem de divulgar esse artigo em suas redes sociais e principalmente de deixar seus comentários. O feedback de vocês é combustível para a existência do blog.

Para quem se interessar, a fonte para este artigo foi o site Movie Violence Counts/Ratings.

---------------------------------------------------
Quer ter uma imagem associada a seu comentário ?
Clique aqui e veja como \o/

Sugestões, críticas, elogios ?
Envie para nerdologialternativa@gmail.com

Acompanhe nossas postagens via twitter: @NerdAlt
Ou através de nossa página no Facebook

15 comentários:

GeoTheRockGirl disse...

Como assim o Chuck Norris não ficou em primeiro? xD

Eu torcia pelo Harrison Ford também! ^ ^' Mas eu curti a lista!

Julian disse...

por essas eu num esperava o.o
se pedisse pra mim, sem conhecimento, teria feito uma lista BEM diferente haiuheiuaheiua

mas eu ainda acho q Charlie Sheen matou mto mais q qualquer um no top gang 2 ehauiehiuaheaiuehiuaheiuaheiuaheiuahiue

Marcel disse...

Pior né ?
O Charlie Sheen mata a geral nesse filme, até galinha ele usa para matar xD
hauahuahuahauhuahuahua

Uma pessoa que eu gostaria de saber os Killcounts é do Bruce Willis, eu não achei =/

André disse...

Nao imaginava que a lista seria assiim...
Pra mim, Stallone seria o 1º colocado.
A gente se surpreende mesmo xDD.

Quanto ao Ivan Draco, Rocky 4 foi muito bom! Pra mim um dos melhores senão o melhor.

Steven Seagal? Nao curto ele muito não, maas, respeito a conta dele!

All hail Clint Eastwood. Bronco macho de respeito.!

Ana Letícia disse...

Greeeeetchen O.O

~ o Marcel sabe minha opinião sobre esse tipo de filme ;P

~ kisses

Patrickys disse...

Bacana a matéria Marcel!!!
Parabéns!!
to até comentando...
deve ter dado bastante trabalho uma psquisa dessas!!
flws

Marcel disse...

Obrigado pelos elogios pessoal =D
E sim, deu um trabalho do cão...a pesquisa até que não, mas reunir os dados e escrever tudo isso deu uma tarde todinha ... mas valeu a pena =D

Continuem comentando o/

A participação de vocês é importante ^^

Patrickys disse...

Marcel!!!

Ontem eu tava pensando, e lembrei de alguém que acho q faltou na lista, e me surpreendeu o fato de vc ter esquecido essa pessoa!!!

Vc chegou a pensar na Angelina Jolie?
só no sr e sra smtih, ela diz ter matado 312 (isso antes das cenas de matança quando eles resolvem fugir!!!), e tomb raider? ela nao mata nesses tb? e no Beowulf, que ela é um monstro (no sentido de malvada).

ela deveria entrar nesse hanking neh?

Edu Aurrai disse...

Parabéns Marcel, muito foda a matéria. Cada vez melhor. Abraço brother.

Marcel disse...

Patrick, no caso a gente só está considerando as mortes que foram vistas dentro do filme,ou seja, essas da Angelina não valem...até porque se você for imaginar o passado dos personagens desses atores, com certeza o numero de óbitos seria maior xD


E valeu aee Edu !!
Estamos na espera por atualizações no seu blog o/

Medusa disse...

Ri horrores aqui... Chuck Norris deveria ter sido o primeiro, pow!! ... uahsaushaushas
Concordo com "GeoTheRockGirl"
Muito boa a matéria...!

Neythan Yves disse...

 Putzzz,esperava qualquer um no primeiro lugar menos o Dolph aí,Arnoldão,Chuck Norris e Stylone eram as minhas apostas para o primeiro lugar auahuahuahuahuahua,ei,Bruce Willis ficou em qual posição??

Gustavoqueiroz01 disse...

Parabéns Marcel. Era de se esperar que o Dolph Lundgren ficasse em 1º lugar, já que ele é o rei do filme de ação "B" e por isso desde muito tempo vem matando geral, enquanto o Vam Damme quer papéis interpertativos em que não precise ser ser uma macaco trinado, o sr.  Lundgren faz o que sabe fazer melhor, matar pessoas o/

Magaiver disse...

Muito bom trabalho

DI ZAZZO disse...

E detalhe:
O filme que Dolph mandou um só para a cova, ele mandou ninguém menos que Apollo Creed...

Postar um comentário